Your address will show here +12 34 56 78
Ambiente de trabalho, Código de Ética, Ética, Programa de Integridade, Programa de Integridade


A ética é um dos princípios fundamentais que devem nortear o ambiente de trabalho.
Para isso, é necessário que todos os funcionários assumam o compromisso de manter um comportamento que reflita as normas e os valores da empresa.

Em linhas gerais, a ética profissional pode ser compreendida como um conjunto de parâmetros estabelecidos não só pela profissão exercida, mas também pelo ambiente de trabalho. Por meio deles, o colaborador é guiado a tomar atitudes corretas e honestas diante das mais variadas circunstâncias.

Neste conteúdo, vamos abordar o que é código de ética e quais os fatores necessários para garantir relações de trabalho saudáveis. Boa leitura!



O que é código de ética?


É o documento responsável por registrar formalmente os pilares éticos que serão seguidos pelos profissionais.
Dessa forma, é importante que as organizações elaborem o seu próprio guia a fim de que ele reflita sua identidade.
Organizar um padrão ético para as relações de trabalho é uma forma de oferecer:
  • mais transparência nos processos;
  • ambiente respeitoso e saudável;
  • satisfação dos profissionais;
  • compliance e excelência.



Como desenvolver a ética nas empresas?


Uma conduta ética é fundamental para a longevidade dos negócios.
É por meio dela que a empresa conquista a confiança, o respeito e a admiração de seus diferentes públicos — colaboradores, parceiros, investidores e consumidores.

A ética deve ser a base da cultura organizacional da empresa
, por isso precisa ser considerada no momento de definição da visão, da missão e dos valores da empresa. Saiba mais sobre cada um deles:

  • missão: é o propósito de existência da empresa;
  • visão: é onde ela quer chegar no futuro;
  • valores: diretrizes que norteiam seu trabalho.

A partir dessa definição, será necessário disseminar uma cultura organizacional ética entre os funcionários. Para isso, é aconselhável:

  • avaliar a consonância entre o perfil do profissional e o posicionamento da empresa durante os processos seletivos para novas contratações;
  • elaborar um código de ética que informe sobre a cultura organizacional de forma clara;
  • ter uma equipe ou profissional responsável pelo compliance para promover a conformidade e a integridade na empresa;
  • criar ações que reforcem a cultura organizacional ética no dia a dia, como a realização de palestras, campanhas e treinamentos de compliance.


Como elaborar um código de ética?


O código de ética é um documento fundamental para construção, registro e consolidação dos pilares éticos da empresa. Veja como elaborar o documento:

  • crie uma comissão responsável pela elaboração do documento. Reúna profissionais do jurídico, RH, setor de compliance e membros da alta direção;
  • o conteúdo deve reunir as informações sobre as diretrizes internas que devem ser seguidas por todos, incluindo as políticas de compliance e as sanções em caso de descumprimento das normas;
  • as informações devem ser escritas de forma objetiva, evitando um linguajar técnico que prejudique a compreensão dos colaboradores;
  • utilize exemplos de situações que ilustrem as informações apresentadas pelo código de ética para facilitar a leitura e o entendimento;
  • revise o material para garantir que ele esteja conforme os direitos trabalhistas e constitucionais, além de não apresentar erros ortográficos ou semânticos.

Ética e compliance: qual é a relação?


O código de ética nas empresas diz respeito ao comportamento em concordância com as normas e os valores difundidos pela cultura organizacional. Já o compliance está relacionado à conformidade com a legislação vigente.

Diante dessas definições,
é possível perceber que ambos estão intimamente associados. O compliance avalia quais procedimentos devem ser implantados na rotina da empresa para evitar o descumprimento de leis. Já o comportamento ético busca seguir tais direcionamentos.
 



Ética no trabalho: qual é a conduta esperada?


Para manter uma postura ética no trabalho, é necessário estar de acordo com a cultura organizacional da empresa, respeitando suas normas e valores. Mas, em geral,
há alguns pilares éticos que são comuns a todos os ambientes de trabalho:

  • capacidade de fazer e receber críticas;
  • reconhecimento do mérito do outro;
  • gerenciamento de tempo;
  • responsabilidade;
  • confiabilidade;
  • honestidade;
  • disciplina;
  • respeito.

E como as empresas devem manter a ética com os funcionários?

  • garantindo que as regras sejam aplicadas para todos os colaboradores;
  • tratando os funcionários com respeito e equidade;
  • comunicando as políticas internas claramente;
  • cumprindo os direitos trabalhistas.

Quais os benefícios da ética profissional para a empresa?


Uma cultura organizacional ética e transparente resulta em vários benefícios para a empresa, como:
  • aumento do engajamento e da produtividade;
  • conformidade com a legislação vigente;
  • mais satisfação dos colaboradores;
  • melhoria do clima organizacional;
  • longevidade dos negócios;
  • aumento de credibilidade.


Como o clickCompliance pode ajudar a sua empresa?


O clickCompliance oferece soluções tecnológicas que contribuem para difundir os pilares éticos nas organizações.

Além do software para treinamentos, usado para auxiliar os colaboradores a fixar as normas e valores da empresa, você também pode contar com o
software para aplicação de formulários, que ajuda na detecção e no acompanhamento de riscos como conflito de interesses.

O
software para governança de documentos automatiza a coleta de aceites sobre o entendimento das políticas corporativas. Já o canal de denúncias é uma porta de entrada para informações sobre posturas antiéticas no ambiente de trabalho.

Acesse o site e
agende uma demonstração para conhecer mais sobre os serviços do clickCompliance!
0

Como fazer
Para construir uma empresa que não abre mão de seus valores éticos, é fundamental criar uma cultura de fortalecimento constante desses princípios, estabelecendo-os com clareza.

Isso porque são eles que irão orientar os comportamentos dos colaboradores de diferentes níveis hierárquicos, assim como as tomadas de decisão das lideranças.

Dessa maneira, junto a missão, visão e valores, a
ética empresarial faz parte dos pilares que sustentam a identidade da companhia e que funcionam como bases para a elaboração das estratégias de negócio.

É por meio da ética no ambiente de trabalho e da boa conduta dos profissionais que a organização pode
crescer de forma saudável.
Benefícios imediatos são percebidos no cotidiano, como aprimoramento do relacionamento e aumento do trabalho colaborativo e da produtividade.


Acompanhe nosso artigo e saiba mais sobre o conceito de ética empresarial, quais ações compõem esses valores no ambiente de trabalho e como colocá-los em prática.

Quais São os Valores Éticos de Uma Empresa?     

Os valores de uma empresa são o conjunto de princípios e crenças que orientam o comportamento dos membros das equipes.

Esses valores são referentes àquilo que a empresa defende, acredita e valoriza, tendo relação também com a
maneira como a instituição busca ser percebida pelo seu público.

Vale ressaltar que cada área e profissão seguem determinado Código de Ética Profissional. O material reúne normas que
devem ser seguidas pelos profissionais no exercício de seu trabalho.


Esse ditame é elaborado pelos Conselhos, que fiscalizam e representam cada profissão em busca de fazer com que os
profissionais estabeleçam uma relação social com o eixo-diretriz do que o ofício prega.


Ética empresarial

Ética Profissional

Ética é uma palavra de origem grega – éthos – e significa “propriedade do caráter”. A ética profissional é tida como sinônimo de deontologia, termo que também deriva de duas palavras gregas – “deon”, que significa “dever”, e “lógos”, que significa “razão”, “lógica” ou “ciência”.

Assim, a ética pode ser compreendida como a
orientação do caráter e a deontologia como a ciência do dever. Ambas cumprem a função de formar a consciência profissional e orientar as condutas que devem ser praticadas pela empresa.

A ética profissional, portanto, tem papel essencial em orientar o bom cumprimento das atividades de uma profissão, seguindo princípios estabelecidos pela sociedade e por grupos de trabalho.

Como vimos, cada profissão tem o seu código de ética próprio, que
pode variar conforme as diferentes áreas de atuação.
Há elementos da ética profissional, contudo, que são universais. Veja alguns exemplos:

  • honestidade;
  • competência;
  • responsabilidade com a profissão, com colegas e com a sociedade.

Assim, podemos perceber que, além da ética empresarial estar associada aos valores éticos e morais de um empreendimento dentro de sua área de atuação, ela também tem efeitos perante seus clientes e concorrentes. Isso porque esses valores são os mesmos que regem a ética como um todo e a conduta dos relacionamentos no meio social.

Algumas práticas organizacionais podem estimular o envolvimento dos colaboradores com os valores éticos, auxiliando no
crescimento sustentável e no fortalecimento da imagem diante do mercado.
Preview
Foto: Drazen Zigic/Freepik



Determine os Valores da Empresa

De modo geral, os colaboradores se pautam pelas atitudes dos líderes da empresa. Por isso, o primeiro passo para colocar a ética empresarial em ação é identificar os valores do seu negócio e inseri-los nas tarefas do dia a dia.

Empreendimentos que apresentam
valores e normas objetivas a respeito do comportamento que esperam de seus funcionários conseguem definir com mais facilidade atividades e estratégias assertivas.

Assim, o foco passa a ser resultados que se sustentarão a curto e longo prazo. A
seleção de profissionais com perfil alinhado a esses valores e o estabelecimento de metas possíveis são alguns exemplos.

Tais normas podem estar presentes nas declarações de visão, missão e valores do estabelecimento ou nos códigos de ética.

É necessário
comunicar ao time de colaboradores as regras e normas de maneira clara. Assim, as pessoas podem entender porque o comportamento ético é fundamental e agir conforme os preceitos estabelecidos.
 

Ética empresarial

É Importante Conscientizar!

É preciso conscientizar as equipes sobre o que significa ética e por qual motivo a conduta profissional traz reflexos positivos tanto para a empresa quanto para os próprios funcionários.

Esse trabalho pode ser realizado por meio de
treinamento de compliance. Ao incentivar esses valores no local de trabalho, os líderes garantem a harmonia em sua equipe e otimizam o desenvolvimento profissional de cada membro do time.

Outro aspecto importante a ser conversado e frisado junto ao time é o fato de o mercado de trabalho estar cada vez mais acirrado.
Essa realidade não deve significar que a disputa entre os profissionais e os empreendimentos seja uma brecha ou desculpa para a ausência ou desvio de atitudes éticas.

Guiados por um código de conduta, com base no
respeito coletivo e na honestidade, todos podem atuar de acordo com a ética empresarial.
Nesse sentido, posturas fundamentadas deixam o ambiente organizacional mais produtivo e satisfatório para o crescimento e o aprendizado dos profissionais.


Reafirme o Posicionamento da Empresa

Os líderes da organização devem reafirmar o seu compromisso em proporcionar integridade aos colaboradores sempre que for possível.
Esse posicionamento leva mais segurança aos profissionais, especialmente àqueles que têm funções operacionais.

Já os colaboradores devem seguir as políticas, atuar de maneira eficiente e cumprir as regras conforme são definidas ou modificadas.

Para proporcionar um ambiente de trabalho harmonioso, essas normas precisam ser percebidas pelos gestores como
fatores necessários para a administração da empresa e para atender ao mercado mutável.
 

Ética empresarial

Faça Avaliações e Auditorias

A auditoria é uma ação importante para que a instituição consiga fazer um diagnóstico sobre os processos e procedimentos de maneira transparente. A empresa pode realizar auditorias:

  • tradicionais;
  • éticas;
  • ambientais;
  • culturais.

As avaliações rotineiras do ambiente de trabalho também ajudam os empresários a entenderem melhor o comportamento de sua equipe. Dessa maneira, é possível fazer ajustes e reduzir falhas, erros e conflitos durante o processo.

É preciso, ainda,
manter o sigilo em eventuais denúncias de atitudes que vão contra os valores éticos da empresa. Os funcionários devem poder confiar na instituição para fazer este tipo de relato, que pode exigir atenção, análise e, até mesmo, medidas punitivas.


Conheça os Nossos Serviços

Como vimos, estar em conformidade com a ética empresarial é uma maneira de otimizar o ambiente organizacional, os relacionamentos e a produtividade do negócio.

Dessa maneira, a implantação de programas de compliance e de integridade é primordial para avançar nos resultados do empreendimento. Recursos tecnológicos são aliados nesse processo.
0

Ao tentar entender os custos de um programa de compliance, algumas áreas precisam ser analisadas. Quanto se gasta com políticas, com pessoal, com segurança de dados, etc. Outro ponto chave de conseguir manter uma cultura ética na empresa é a comunicação. Ou seja, conseguir divulgar e fortificar as normas da empresa de forma duradoura entre os colaboradores.


Divulgação de Políticas Corporativas

A peça mais básica do programa de compliance é o Código de Ética da empresa. Em seguida, as demais normas atas, e políticas específicas. Ter um devido controle desses documentos certamente é importante. Mas não adianta em nada se eles não estão sendo bem divulgadas.

Você tem um profissional para entregar e recolher as políticas? Vocês já usam algum tipo de tecnologia como enviar por e-mail, ou até softwares como o clickCompliance? Todas essas opções têm custos, mas é imprescindível ter pelo menos uma delas.

Dependendo do tamanho da sua empresa, o custo dos profissionais de compliance pode variar. Mas o que temos certeza é que fazer a comunicação das políticas e demais recursos manualmente raramente vale a pena. Além de provavelmente demandar mais tempo e pessoal, diminuindo a produtividade, você gasta com papel e tinta.

A opção mais razoável e adequada para empresas de pequeno porte é divulgação por e-mail solicitando a leitura das políticas, além de lembretes e informativos sobre a corrupção e a ética no geral. Mas isso pode ser completamente automatizado com softwares de compliance que fazem a divulgação automática das políticas. Você não precisa gastar com pessoal, já que fica tudo configurado. Isso é ainda mais necessário para grandes empresas com muitas políticas e muitos colaboradores.

Notificações

O próximo passo depois da divulgação é a notificação. Mais uma vez, o que mais desperdiça dinheiro nesse processo é tempo. Ficar enviando e-mails manualmente pedindo que os funcionários leiam na maioria das vezes é uma perda de tempo. Muitas vezes os e-mails não são nem abertos. E, principalmente, os colaboradores passam a dar menos credibilidade ao profissional de compliance quando ele é bombardeado por e-mails e notícias.

Novamente a opção com maior custo-benefício é a automatização. Não se perde tempo nem pessoal com tarefas simples do dia a dia, podendo utilizá-los em processos mais importantes como auditorias e treinamentos. E a culpa de ficar recebendo esse monte de coisa não cai mais sobre o setor de compliance, e sim o programa.

Softwares como o clickCompliance enviam notificações automáticas pré-configuradas para relembrar os funcionários da importância de aceitar as políticas e estar em conformidade.

Treinamentos

E assim chegamos a um ponto fundamental na consolidação de uma cultura ética nas empresas. Treinar seus funcionários periodicamente é uma forma muito eficaz de comunicar a importância do compliance para o bom funcionamento, e simplesmente a sobrevivência da empresa.

gasto cultura ética
Aqui você pode tomar alguns rumos. Primeiro, e mais comum, você pode escalar a sua equipe de compliance para realizar o treinamento. Essa é a opção mais barata, já que você já tem a equipe. O único custo extra seriam materiais como apostilas, manuais, etc. que seriam entregues aos funcionários.

Você também pode terceirizar o treinamento. Existem algumas empresas que oferecem o serviço, e o preço é um pouco mais alto. Mas pode ser útil se a sua equipe não é capacitada para isso, se não é grande o suficiente para todos os funcionários, ou simplesmente não está disponível. Ainda tem o benefício de ser uma empresa especializada.

Existe outra opção também que, na verdade, é a mais barata. Não é a mais indicada, mas pode quebrar um galho e, apesar de não ser um treinamento de verdade, é uma forma de comunicar a cultura ética da empresa. Você pode entregar materiais, como esse manual gratuito de relacionamento com a administração pública, cartilhas ou panfletos (virtualmente, para não gastar nem com papel e nem com tinta).

Envolvendo a Alta Direção

A comunicação da cultura de ética e responsabilidade social na empresa não estaria completa sem o envolvimento da alta direção. Os diretores da empresa nem sempre estão disponíveis para dar a devida atenção. Uma forma de ajudar no envolvimento é criar informativos falando sobre a ética na empresa lidos e assinados por membros da direção.

Embora sutil, já mostra aos funcionários que a direção está presente e tentando criar uma empresa íntegra, e espera isso de seus funcionários. Esses informativos podem ser feitos facilmente e sem custo pela equipe de comunicação ou compliance.
0