Your address will show here +12 34 56 78

Fique por Dentro, Fique por Dentro, Fique por Dentro, Fique por Dentro, Fique por Dentro, Fique por Dentro

Saiba tudo sobre o governance officer e suas funções, habilidades e áreas de atuação.

Você já ouviu falar sobre governance officer? A presença desses profissionais está cada vez mais comum nas organizações modernas, mas poucas pessoas entendem o que eles fazem na prática.

Quando falamos dos princípios do compliance, os governance officer são peças-chave na implementação e manutenção dessas diretrizes. Esses profissionais trabalham com foco na integridade, conformidade e eficiência dos processos dentro de uma empresa.

Quer saber mais sobre essa profissão que está em alta? Então, você está no lugar certo. Neste conteúdo, abordaremos as responsabilidades, habilidades necessárias e áreas de atuação do governance officer.

Boa leitura!

Conheça o profissional governance officer

Antes de mais nada, precisamos te apresentar ao profissional governance officer ou diretor de governança. Para quem nunca ouviu esse termo, pode parecer uma atuação não usual e até um pouco complexa.

Mas, na verdade, a função desse profissional é um dos pilares essenciais para o bom funcionamento de qualquer empresa. O governance officer é responsável por garantir que todas as atividades da organização estejam alinhadas com os princípios de governança corporativa, que incluem:

  • Transparência;
  • Responsabilidade;
  • Equidade;
  • Conformidade com leis e regulamentos.


O objetivo desse trabalho é
evitar fraudes, conflitos de interesse e violações de normas. Por esse motivo, esses colaboradores atuam diretamente com líderes de diferentes áreas de organização. Além de terem um papel fundamental na identificação e mitigação de riscos junto a diversos órgãos reguladores externos. 


Habilidades do governance officer

Agora que você já conhece o governance officer, vamos te mostrar quais são as habilidades necessárias para atuar nessa profissão. Veja abaixo as principais!

Formação em Direito ou Administração 

O governance officer geralmente possui formação em Direito, Administração e áreas correlatas. Ter certificação em compliance pode ser um diferencial que contribui para uma melhor atuação desse profissional dentro da empresa. 

Experiência em gestão de risco e ética empresarial

Outra habilidade essencial é possuir experiência em gestão de risco e ética empresarial. Diariamente, esses profissionais irão lidar com situações delicadas que requerem uma análise ética e criteriosa. O objetivo é mitigar potenciais problemas antes que eles se tornem crises.

Conhecimento regulatório

Além disso, os governance officers devem estar sempre atualizados com as regulamentações relevantes para sua indústria. Determinados nichos possuem uma maior volatilidade nessas questões regulatórias. Mas, independentemente disso, o profissional precisa garantir que a empresa esteja em conformidade com todas as leis e diretrizes.

Habilidades analíticas

Ter habilidades analíticas é outro ponto essencial para o diretor de governança. Espera-se que ele possua capacidade de analisar dados, identificar tendências e antecipar problemas. Dessa forma, o governance officer pode implementar medidas preventivas e tomar decisões mais assertivas. 

Capacidade de comunicação

A comunicação clara é um pré-requisito essencial para esses profissionais. Ser capaz de comunicar eficazmente com todas as partes interessadas, desde funcionários até órgãos reguladores, é essencial para o sucesso do governance officer.

Então, se você está pensando em começar nessa carreira, já sabe em quais habilidades deve investir!

 

Funções do governance officer

O governance officer pode ser responsável por diferentes funções, a depender do nicho e setor que está inserido. Apesar disso, existem algumas atividades-base mais populares entre esses profissionais.

Veja algumas das principais funções do governance officer

  • Avaliação e monitoramento de desempenho da empresa em relação aos padrões de governança estabelecidos, além da identificação de áreas para melhoria;
  • Avaliação e mitigação de risco que consiste na avaliação dos riscos associados às operações da empresa, além do desenvolvimento de estratégias para mitigá-los;
  • Desenvolvimento e implementação de políticas de governança que promovam a transparência, responsabilidade e conformidade dentro da empresa; 
  • Gestão de questões éticas, como conflitos de interesse e violações de políticas internas;  
  • Manutenção de documentos e registros atualizados de todas as políticas, procedimentos e decisões relacionadas à governança da empresa; 
  • Relacionamento positivo com todas as partes interessadas, incluindo acionistas, funcionários, clientes e órgãos reguladores; 


Implementação de
treinamentos de compliance e orientação para funcionários em questões relacionadas à governança corporativa.

 

Onde atua o governance officer  

Já comentamos que as funções do governance officer podem variar de acordo com o setor em que está inserido. Mas, afinal, quais são as frentes em que esse profissional pode atuar? Confira a seguir.  

Frente operacional

O governance officer pode estar na linha de frente das operações de uma empresa. Nesse cenário, o profissional concentra-se nas atividades cotidianas relacionadas à governança corporativa. É responsável por coordenar e conduzir reuniões importantes, onde questões de governança são discutidas e decisões são tomadas.

Frente estratégica

Por outro lado, na frente estratégica esse profissional precisa ter um papel mais proativo e visionário. É necessário que o governance officer esteja focado em trazer inovações e melhores práticas de governança para a empresa, buscando sempre atualizar e aprimorar os processos existentes.

Frente de relacionamentos

Por fim, na frente de relacionamentos, o governance officer atua como uma ponte entre os diversos órgãos e atores envolvidos na governança corporativa. Ele é responsável por facilitar a comunicação e o fluxo de informações entre os gestores executivos, os membros do conselho de administração, os órgãos de fiscalização e os demais stakeholders da empresa.






Conheça o clickCompliance!

Com integrações eficientes e um design profissional, o clickCompliance é um software de compliance que torna o trabalho de conformidade muito mais fácil.

Nossos módulos incluem a automatização de processos internos, utilizando tecnologia e inteligência artificial para reduzir os custos e o trabalho manual da equipe de compliance.

Dessa forma, o trabalho do governance officer e a implementação de políticas de compliance podem ser mais simples.

Agende uma demonstração e saiba como nossos módulos podem contribuir!

0