Ambiente Corporativo - clickCompliance
Your address will show here +12 34 56 78

Entenda como o compliance pode ajudar as empresas na implementação de políticas a favor da diversidade de gênero.

Sabemos que o mundo corporativo pode ser complexo e que as mulheres no mercado de trabalho continuam a enfrentar desafios. Apesar dos avanços nas últimas décadas, ainda há uma lacuna quando se trata de diversidade e inclusão, igualdade salarial e segurança no ambiente profissional.

Diante desse cenário, surge uma importante questão: o compliance pode agir como um aliado para as mulheres no mercado de trabalho?

É essa pergunta que buscamos responder neste conteúdo. Vamos te mostrar como as estratégias de compliance podem ser aplicadas de forma específica para garantir a inclusão e segurança das mulheres no ambiente corporativo.

Boa leitura!

Mulher no mercado de trabalho e as garantias do compliance

Infelizmente, a desigualdade entre homens e mulheres no mercado de trabalho é uma realidade ainda hoje. Mas, será que o compliance consegue dar alguma garantia diante desse cenário?

O compliance nada mais é do que um programa de conformidade empresarial. É um conjunto de regras, políticas e procedimentos que deve ser seguido para estar de acordo com as leis e regulamentos aplicáveis ao negócio.

Quando falamos sobre as garantias do compliance para a mulher no mercado de trabalho, nos referimos às regras e procedimentos internos de uma organização que podem ser aliados nessa luta.

Por exemplo, imagine uma empresa que tenha uma política voltada para a igualdade salarial como um de seus princípios de compliance. Isso significa que essa organização está empenhada em remunerar as mulheres da mesma forma que os homens. Essas ações ajudam a criar um ambiente mais inclusivo e diverso. 

 

Como incluir a mulher no mercado de trabalho?

Existem muitas formas de incluir as mulheres no mercado de trabalho. Veja algumas ações que sugerimos para alcançar esse objetivo através do compliance:

Incentivar mulheres a serem líderes

Para garantir a diversidade de gênero nas empresas, não basta apenas ter o mesmo número de funcionários homens e mulheres. Na verdade, são necessários incentivos para que as mulheres consigam assumir posições de liderança.

Isso pode ser feito através de:

  • Programas de mentoria;
  • Políticas de promoção baseadas no mérito;
  • Processo seletivo inclusivo e justo. 

Implantar equiparação salarial

A disparidade salarial de gênero é uma questão persistente em muitos locais de trabalho. Ainda hoje, as mulheres ganham em média 23% a menos que os homens para a mesma função (dados do Dieese). Acontece que as empresas são obrigadas por lei a remunerar todos de forma justa e o compliance pode ajudar nessa tarefa.

Existem algumas estratégias para garantir a igualdade salarial:

  • Realizar análises periódicas de remuneração;
  • Estabelecer critérios claros e transparentes para determinar os salários;
  • Fornecer treinamento para gestores.


Saiba mais em nosso blog:
Lei da Igualdade Salarial: tudo sobre a nova lei e as possíveis penalidades

Contratar mulheres para todos os setores

Outra ação que pode ser realizada através do compliance é a contratação de mulheres para todos os setores. Sua inclusão não deve se limitar a determinados departamentos. Pelo contrário, é essencial contratar mulheres para uma ampla variedade de funções e posições.

Algumas estratégias para alcançar esse objetivo incluem:

  • Estabelecer metas de contratação;
  • Políticas de recrutamento inclusivas que busquem mulheres para todas as vagas;
  • Promover a diversidade e inclusão como valores fundamentais da empresa.


Ações de segurança para mulheres no mercado de trabalho

Garantir a inclusão da mulher no mercado de trabalho é importante. Mas, ainda mais essencial é desenvolver ações de segurança nesses ambientes. A seguir, veremos algumas medidas que podem ser implementadas para proteger as colaboradoras de situações de assédio, discriminação e outros tipos de violência.

Implantação de canal de denúncias

O canal de denúncias é uma das ferramentas mais fundamentais na promoção de um ambiente de trabalho seguro.

Inclusive, a Lei 14.457, conhecida como Lei da Cipa, institui o Programa Emprega + Mulheres, que, entre outras medidas, visa a prevenção e o combate ao assédio sexual e a outras formas de violência no âmbito do trabalho.

Uma das ações mais relevantes previstas pela lei é a implantação de um canal de denúncias nas empresas.

Segurança jurídica 

O compliance também inclui o cumprimento das leis e regulamentos relacionados aos direitos das mulheres no trabalho. Ou seja, a garantia do cumprimento de legislações que protegem o direito à creche, amamentação, licença maternidade e outras medidas destinadas a apoiar as mulheres

Contra assédios moral e sexual

Implementar políticas contra assédio é indispensável para garantir um ambiente de trabalho seguro para as mulheres. É essencial que os colaboradores saibam que nenhum comportamento desse tipo será tolerado. Isso pode ser feito através de treinamentos de diversidade e inclusão que abordem sobre assédio moral e sexual de forma didática e conscientizadora. 







clickCompliance pode ajudar!

Com integrações eficientes e um design profissional, o clickCompliance é um software de compliance que torna o trabalho de conformidade muito mais fácil.

Dessa forma, a implementação de políticas internas voltadas para a inclusão das mulheres no mercado de trabalho também é beneficiada.

Agende uma demonstração e saiba como nossos módulos podem contribuir para tornar sua empresa uma aliada na luta contra a desigualdade!

0

Garantir a diversidade racial nas organizações vai além da contratação, entenda como o compliance pode ajudar.

A desigualdade racial é um desafio que atinge não só o Brasil, mas o mundo inteiro, que também se reflete no ambiente corporativo.

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostram que somente 20% dos cargos de liderança em empresas privadas são ocupados por pessoas não brancas. A informação evidencia como as oportunidades de ascensão profissional ainda são limitadas.

Investir em ações que promovam a diversidade racial nas empresas é essencial para quebrar essas barreiras. Diante dessa necessidade, o compliance se apresenta como uma ferramenta fundamental.

É sobre isso que iremos falar ao longo deste conteúdo. Então, se você quer saber o que é diversidade racial e como os pilares de compliance podem ajudar a promovê-la nas empresas, continue a leitura.

Saiba o que é diversidade racial na empresa

No contexto empresarial, diversidade racial significa a representatividade de diferentes grupos étnico-raciais em todos os níveis hierárquicos e áreas de atuação.

Por isso, diversidade racial não se restringe à contratação de pessoas negras, indígenas e de outras etnias. Na verdade, é necessário aliar diversidade e inclusão para que os profissionais sintam-se pertencentes à organização e valorizados, por meio de reconhecimento e igualdade de oportunidades para o crescimento.

Para entender a dimensão desse assunto…

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), os afrodescendentes enfrentam desafios significativos em todo o mundo, incluindo acesso limitado à educação de qualidade, aos serviços de saúde, à moradia e à segurança.

Pensando em promover reconhecimento, justiça e desenvolvimento dessas comunidades, a ONU instituiu o período de 2015 a 2024 como a Década Internacional de Afrodescendentes.

As empresas precisam, mais que nunca, estar atentas à necessidade de promover a diversidade racial em seus ambientes de trabalho. Afinal, precisamos estar todos juntos no combate ao preconceito e à discriminação racial.

 

Prejuízos da falta de diversidade racial

A falta de diversidade racial dentro das empresas pode acarretar uma série de prejuízos que afetam o desempenho e a reputação da organização. Veja a seguir:

Aumento de rotatividade de funcionários

Sem diversidade racial, os profissionais de grupos minoritários podem se sentir desvalorizados e pouco representados. A situação pode levar à insatisfação e ao aumento da rotatividade de funcionários, que tendem a buscar oportunidades em organizações que valorizem a diversidade e ofereçam um ambiente mais inclusivo.

Falta de engajamento

Além disso, a falta de diversidade racial pode contribuir para a diminuição do engajamento dos funcionários. Se as vozes e perspectivas desses grupos não são sequer consideradas, pode haver desmotivação e falta de comprometimento

Ambiente corporativo tóxico

Ninguém quer estar num local onde o preconceito e a discriminação são tolerados ou, até mesmo, incentivados. Sem diversidade racial, as chances de um ambiente corporativo se tornar tóxico nesse aspecto são maiores. 

Falta de reconhecimento de clientes em potencial

Imagine que você está buscando fechar um contrato com um grande cliente e tudo está indo bem. Até que ele pergunta sobre suas políticas de inclusão e diversidade racial e, então, você se vê em apuros.

A situação é cada vez mais comum, e as empresas precisam estar preparadas para ter uma política eficiente de diversidade racial

Riscos legais

Por fim, podemos falar sobre os riscos legais relacionados à discriminação racial no ambiente de trabalho. Isso pode resultar em processos judiciais, multas e danos à reputação da empresa. Por isso, é essencial ter um programa de gestão de riscos específico para questões étnico-raciais.


Benefícios de ter diversidade racial nas empresas

Há muitos benefícios em promover a diversidade racial nas empresas, mas aqui vamos focar nos três principais. 

  • Capacidade de montar equipes múltiplas e diversificadas que podem ajudar na pluralidade do ambiente. Com essa diversidade, conseguimos sair do velho padrão que se concentra apenas em pessoas brancas e expandir para outras culturas e vivências; 
  • O aumento da produtividade é outro benefício que vem por meio de diferentes pontos de vista e abordagens para a resolução de problemas. A diversidade estimula o pensamento crítico e a tomada de decisões mais criativas; 
  • Outro aspecto importante é a valorização do profissional. Ao garantir a diversidade racial, as empresas demonstram o compromisso com a igualdade de oportunidades e o respeito por todos.

 

 

Dicas para ter diversidade racial na empresa

Se você quer saber como implementar políticas de diversidade racial na empresa, precisa ficar atento a essas quatro dicas: 

Conheça o assunto

Se você está lendo este texto atentamente até aqui, já está cumprindo o primeiro passo. Compreender os desafios e benefícios da diversidade racial é indispensável para quem deseja implementar boas políticas de enfrentamento. 

Apoie funcionários negros

Ser branco não é justificativa para não se envolver em pautas e movimentos raciais. Pelo contrário, é motivo para apoiar funcionários negros e se empenhar para crescer junto com eles. É preciso ser antirracista para combater a desigualdade que existe no mercado de trabalho.

Combata o racismo na empresa

Não se cale ao sofrer racismo ou ao ver um colega ser vítima. Muitas vezes, o silêncio diante das situações funciona como catalisador para que elas continuem acontecendo. Se você for líder, saiba que existem ferramentas de compliance que podem ajudar no combate à discriminação racial

Atenção na contratação de terceiros

Outra dica essencial: tenha atenção na contratação de terceiros! Afinal, se sua empresa está empenhada em combater a discriminação racial, não faz sentido firmar parcerias com organizações que não seguem os mesmos princípios. Para conhecer de forma aprofundada os parceiros em potencial, recorra à prática do due diligence.

A diversidade racial não se instaura apenas de forma interna com os princípios da governança. Para que a mudança seja verdadeiramente eficaz, também é necessário tornar os processos de due diligence mais rigorosos e questionar os terceiros sobre suas políticas antidiscriminatórias.


Como o compliance ajuda a ter diversidade racial nas empresas

O compliance tem um papel importantíssimo no processo de implementação de políticas a favor da diversidade racial. O compliance antidiscriminatório já faz parte de boa parte das empresas e busca fortalecer as políticas de combate à discriminação.

Veja algumas das ferramentas e estratégias do compliance que podem ser aliadas para garantir a diversidade racial:







clickCompliance pode ajudar!

O clickCompliance é um software de compliance que torna o trabalho de conformidade muito mais fácil. Em nosso sistema, você terá acesso à gestão de documentos, treinamentos de compliance, automação de processos, gestão de regulatórios, canal de privacidade, canal de denúncias e um chatbot de compliance, tudo na mesma plataforma.

Com todas nossas soluções, você conseguirá implementar as melhores políticas internas para garantir a diversidade racial na sua empresa.

Agende uma demonstração e saiba como nosso software pode contribuir para tornar sua empresa uma aliada na luta antirracista!

 

0

Entenda o que é diversidade de gênero e veja dicas de como implementar medidas para tornar sua empresa mais igualitária.

O mundo corporativo está cada vez mais consciente da importância de garantir a diversidade de gênero nas empresas. Mas, mesmo com consciência, muitas organizações encontram dificuldade de manter um ambiente igualitário e inclusivo.

Afinal, como podemos criar uma cultura que celebre as diferenças e promova a igualdade de oportunidades? E como garantir que todas as vozes sejam ouvidas em nosso ambiente de trabalho?

São essas perguntas que buscamos responder nesse texto. Ao longo do conteúdo, você verá dicas práticas sobre como implementar políticas inclusivas que beneficiam a todos. E também vai compreender como os pilares de compliance podem ser aplicados em prol da diversidade de gênero nas empresas.

Boa leitura!

O que é diversidade de gênero nas empresas

Quando falamos sobre diversidade e inclusão de gênero das empresas, nos referimos a presença equitativa e inclusiva de pessoas de diferentes identidades de gênero em todos os níveis de uma organização.

Essa igualdade vai além da numérica e abrange a construção de um ambiente onde todas as identidades de gênero se sintam valorizadas, respeitadas e capacitadas a contribuir plenamente.

Ou seja, para ser considerada uma empresa que respeita a diversidade, não é o suficiente ter a mesma quantidade de funcionários para cada gênero. É necessário que esses colaboradores sintam-se seguros e tenham perspectivas igualitárias de crescimento e remuneração. 


Importância da diversidade de gênero nas empresas

A importância de implementar ações para garantir a diversidade de gênero nas empresas não pode ser subestimada. Além de ser uma questão de justiça e direitos humanos, a diversidade de gênero traz benefícios tangíveis para as organizações.

Abraçar a diversidade de gênero pode abrir inúmeras portas e trazer mais inovação, criatividade e adaptabilidade para as organizações. Sempre falamos por aqui que a diversidade de ideias e perspectivas também pode levar às melhores soluções dos problemas.

Portanto, conhecer mais sobre o assunto e investir em ações concretas para promover a diversidade de gênero é essencial. Veja alguns dos principais motivos pelos quais a diversidade de gênero é tão importante:

  • Inovação e criatividade;
  • Melhor compreensão do mercado;
  • Atratividade para talentos;
  • Melhor desempenho financeiro;
  • Responsabilidade social e reputação da marca.


 

Quais são as diferenças de gênero nas empresas

Agora vamos conhecer algumas das principais situações que perpetuam a diferença de gênero nas empresas. 

Salários desiguais

Recentemente, o governo federal aprovou a Lei de Igualdade Salarial que estabelece que empresas com mais de cem colaboradores devem fornecer relatórios semestrais para assegurar a transparência nas políticas salariais e critérios de remuneração adotados pela organização.

Mas, infelizmente, muitos estudos ainda indicam que as mulheres continuam recebendo menos que os homens nas mesmas funções. Para resolver essa situação, é necessário implementar medidas como:

  • Revisão regular das políticas de remuneração de acordo com os princípios da governança;
  • Eliminação de viés de gênero nos processos de contratação e promoção;
  • Desenvolvimento de uma cultura de equidade salarial.

Barreiras em progressão de carreira

Mulheres e outras minorias de gênero enfrentam diversos obstáculos para conseguir progredir na carreira. Muitas vezes, isso acontece por conta das estruturas que perpetuam a desigualdade entre homens e mulheres.

Falta de oportunidades, acesso limitado e preconceito são alguns dos fatores que contribuem para essas barreiras. Veja ações que podem ajudar a resolver esse problema:

  • Implementação de programas de mentoria para essas minorias;
  • Estabelecimento de metas de diversidade e inclusão;
  • Criação de políticas que visem a igualdade de oportunidades aos funcionários. 

Jornada dupla

A “jornada dupla” enfrentada por muitas mulheres é uma realidade difícil que impacta profundamente suas vidas profissionais e pessoais. Além das responsabilidades do trabalho, elas são sobrecarregadas com obrigações familiares e domésticas.

Essa dupla carga de trabalho exige um enorme esforço tanto físico quanto emocional e pode resultar no estresse e até no burnout. Existem algumas formas de evitar essa situação:

  • Investimento em melhores programas de licença paternidade remunerada;
  • Horário de trabalho flexível;
  • Auxílio-creche para aquelas que são mães. 

Assédios

O assédio moral, sexual e a discriminação de gênero são formas de violência persistentes nos locais de trabalho, criando ambientes tóxicos para essas minorias. Não é incomum acontecerem comentários inadequados, piadas ofensivas, coerção sexual e até agressão física nesses locais.

O assédio pode assumir muitas formas e ter um impacto devastador na saúde mental, bem-estar e desempenho no trabalho das pessoas afetadas. Para evitar essa situação criminosa por completo, é necessário:



 

5 passos para implantar a diversidade de gênero

Nós separamos cinco passos práticos que sua empresa pode tomar para implementar a diversidade de gênero no ambiente de trabalho. Veja a seguir:

Tenha cultura organizacional inclusiva

Desenvolver uma cultura organizacional inclusiva é o primeiro passo para garantir a diversidade de gênero. Um ambiente diverso é aquele que escuta, valoriza e respeita todas as vozes. Isso pode ser feito através de políticas de não discriminação e programas de mentoria, por exemplo. 

Faça treinamento e sensibilização

Oferecer treinamento de compliance para diversidade e inclusão é uma ação indispensável para qualquer organização que deseje estar em dia com as questões de gênero. Afinal, como os funcionários podem promover um ambiente igualitário sem conhecimento?

Os treinamentos regulares ajudam a aumentar a conscientização e a promover uma cultura de respeito e aceitação. Mas, lembre-se de incluir também os líderes de equipe nesses momentos. 

Estimule a representatividade

Como falamos anteriormente, ter a mesma quantidade de homens e mulheres em uma empresa não garante a diversidade de gênero. Para isso, é necessário estimular a representatividade.

Todos os grupos de identidade de gênero devem estar representados em todos os níveis da organização, desde cargos de liderança até equipes de base.

Implante um plano inclusivo de cargos e salários

Infelizmente, sabemos que a desigualdade salarial é uma triste realidade no Brasil. Mas, para conseguir ir contra essa maré, é necessário implementar planos de cargos e salários inclusivos e igualitários.

Sugerimos que você revise regularmente as políticas de remuneração e promoção para garantir que sejam justas e transparentes, eliminando disparidades de gênero.

Forme redes de apoio

Ter grupos que podem se tornar redes de apoio é indispensável. É aí que entram os profissionais de compliance. Nesse processo, eles podem auxiliar na formação e suporte desses grupos, garantindo que as políticas e práticas adotadas estejam alinhadas com os princípios de diversidade e inclusão.

Essas equipes podem ser uma fonte valiosa de suporte, orientação e empoderamento para os funcionários. 






clickCompliance pode ajudar!

Com integrações eficientes e um design profissional, o clickCompliance é um software de compliance que torna o trabalho de conformidade muito mais fácil.

Em nosso sistema, você terá acesso a gestão de documentos, treinamentos de compliance, automação de processos, gestão de regulatórios, canal de privacidade, canal de denúncias e um chatbot de compliance, tudo na mesma plataforma.

Com todas nossas soluções, você conseguirá implementar as melhores políticas internas para garantir a igualdade de gêneros na sua empresa.

Agende uma demonstração e saiba como nosso software pode contribuir para tornar sua empresa uma aliada na luta contra a desigualdade entre homens e mulheres no mercado de trabalho!

0

Ambiente Corporativo, Ambiente Corporativo, Ambiente Corporativo, Ambiente Corporativo, Ambiente Corporativo, Ambiente de trabalho, Ambiente de trabalho, Ambiente de trabalho, Ambiente de trabalho, Ambiente de trabalho

Descubra qual é o propósito da diversidade nas empresas e como tornar o ambiente de trabalho mais acolhedor para incluir.


A preocupação com
diversidade e inclusão não é uma novidade no cenário corporativo. Na verdade, o debate vem tomando forma desde a década de 1970, motivado por protestos relacionados aos direitos civis nos Estados Unidos.

Movimentos feministas, LGBTQIAPN+ e contrários à segregação racial tiveram um papel importante para estimular a resposta das empresas à discriminação. Porém, mesmo com o debate público, no dia a dia ainda podemos encontrar alguns obstáculos.

É o que a Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje) percebeu através de uma pesquisa realizada para entender melhor o cenário corporativo. Cerca de 40% dos profissionais já vivenciaram situações discriminatórias relacionadas à identidade de gênero.

Outros 35% relataram ter sofrido ou testemunhado preconceitos devido à idade, enquanto 30% mencionaram ter enfrentado discriminação por sua cor ou etnia. Além disso, 24% dos entrevistados afirmaram terem sido alvo de preconceito devido à  altura e peso.

Apesar disso, os resultados também apontam que, das 124 empresas participantes do estudo, 63% estão investindo em iniciativas voltadas para a inclusão.

Se você tem o interesse em promover uma cultura organizacional com base nos pilares da diversidade e da inclusão, este texto é para você!

A seguir, iremos mostrar o que significa diversidade e inclusão nas empresas, como colocá-las em prática e quais são os seus benefícios.

Boa leitura!

Importância da diversidade e inclusão nas empresas

Antes de falar sobre como promover a diversidade e inclusão nas empresas, precisamos compreender os conceitos e a sua relevância:

Diversidade x Inclusão

Diversidade e inclusão são termos que caminham lado a lado, mas têm significados diferentes. Uma equipe com diferentes perspectivas e características pode ser considerada diversa. Mas, para ser inclusiva, é necessário um ambiente onde todas essas diferenças são valorizadas, respeitadas e integradas de forma equitativa.

Vamos analisar algumas das dimensões mais comuns da diversidade e inclusão nas empresas:

Etnia

Garantir a diversidade étnica e cultural em uma organização pode ser muito benéfico, pois cada funcionário contribui com uma perspectiva diferente, a partir de suas vivências e cultura, tornando o dia a dia de trabalho mais rico e criativo. 

Gênero

Aderir à diversidade e inclusão de gênero significa promover igualdade entre todas as pessoas, nos diferentes níveis da organização. Infelizmente, a desigualdade entre homens e mulheres no mercado de trabalho ainda é uma realidade não só no Brasil, como em outros países. Mas, com uma boa estratégia de enfrentamento, é possível  mitigar o problema.

Promover a igualdade de gênero no local de trabalho é uma obrigatoriedade, conforme dita a lei da igualdade salarial, e contribui para uma cultura mais inclusiva e inovadora.

Portanto, as organizações que estão atentas à importância da conformidade com a legislação devem garantir a igualdade de gênero no ambiente corporativo. Para isso, é fundamental ter políticas de compliance bem definidas

Orientação sexual

Ter atenção e respeito à diversidade de orientação sexual nas empresas também é essencial. Oferecer um espaço de trabalho inclusivo para pessoas LGBTQIAPN+ ajuda a criar um ambiente seguro e acolhedor para todos.

Políticas anti-discriminação, canal de denúncias e treinamentos sobre diversidade e inclusão para todos os funcionários são recursos que podem ajudar, garantindo que o ambiente de trabalho seja livre de preconceito e hostilidade. 

PCDs

Outra questão prevista por lei é a contratação e inclusão de pessoas com deficiência (PCDs). Esta parcela da população deve ser inserida no mercado de trabalho, recebendo as condições necessárias para a adaptação.

Nesse aspecto, cabe às empresas garantirem acessibilidade por meio de:

  • Rampas de acesso; 
  • Elevadores;
  • Sinalização em Braille;
  • Uso de recursos, audiodescrição e interpretação em libras;
  • Treinamentos que abordem o assunto para funcionários.

Religião

Diversidade e inclusão religiosa se referem à presença e aceitação de funcionários de diferentes religiões e crenças na empresa. Licenças religiosas que permitem aos funcionários tirar folga para feriados de sua fé é um exemplo. 

Idade

A discriminação por idade, chamada de etarismo, também é uma realidade. Para combatê-la no ambiente organizacional, é necessário ter uma equipe que contemple diferentes gerações.

A inclusão contribui para uma cultura mais diversificada e facilita a transferência de conhecimento e habilidades.

 

Como promover diversidade e inclusão nas empresas?

Para promover a diversidade e inclusão nas empresas, é necessário colocar algumas estratégias em prática. Veja algumas das principais:

  • Mapear a diversidade é o primeiro passo. É indispensável identificar lacunas e desenvolver estratégias direcionadas para a maior representatividade de diferentes grupos. 
  • Estabelecer indicadores focados na inclusão também é uma boa estratégia. Desde métricas relacionadas à retenção dos funcionários até a participação em programas de diversidade e inclusão podem ajudar a medir o progresso da empresa. 
  • Questione se a sua cultura organizacional é adequada. Será que ela apoia a diversidade e a inclusão na organização? Identifique práticas ou comportamentos que possam criar barreiras para a participação plena e igualitária de todos os funcionários.
  • Investir em treinamentos sobre diversidade e inclusão para as lideranças é uma forma de manter os gestores capacitados e criar um ambiente onde todos se sintam valorizados e respeitados.
  • Atenção ao processo seletivo, pois é uma oportunidade importante para promover a diversidade e a inclusão na empresa. Garanta que todas as decisões de contratação sejam baseadas no mérito e na capacidade, em vez de preconceitos ou preferências pessoais.
  • Políticas de acolhimento e valorização também são indispensáveis. Não adianta contratar uma equipe diversa e não ter procedimentos claros para combater a discriminação e o assédio. 
  • Implantar um comitê da diversidade para o desenvolvimento de políticas, programas e eventos que promovam o tema no local de trabalho.


O que o programa de diversidade e inclusão nas empresas precisa ter?

Além das práticas mencionadas acima, um programa de diversidade e inclusão deve:

  • Promover um ambiente livre de discriminação;
  • Realizar ações voltadas para garantir a igualdade de gênero;
  • Estabelecer oportunidades socioeconômicas igualitárias;
  • Garantir a diversidade na contratação;
  • Assegurar a inclusão no dia a dia de trabalho.

 

Quais as vantagens de promover diversidade e inclusão nas empresas?

Conheça algumas das principais vantagens de promover diversidade e inclusão nas empresas:

Diferencial nos processos de recrutamento e seleção

Valorizar políticas de diversidade e inclusão pode ser um diferencial nos processos de recrutamento e seleção, já que a iniciativa é atrativa para os candidatos.

Lembre-se: candidatos de diferentes origens étnicas, culturas, gênero e realidades socioeconômicas trazem variedade de perspectivas e habilidades.

Equipes mais produtivas

Equipes diversas tendem a ser mais produtivas e inovadoras do que grupos homogêneos. Você sabe o motivo?

Pessoas com diferentes perspectivas, experiências e habilidades podem ter visões diferentes de um mesmo problema e apresentar uma maior variedade de soluções criativas. Além disso, a inclusão desses pontos de vista pode levar ao maior engajamento dos funcionários e à cultura de colaboração e respeito mútuo.

Melhorias nas oportunidades de negócios

Empresas que refletem a diversidade de seus clientes estão melhor posicionadas para entender e atender às necessidades do mercado de forma mais certeira.

Além disso, uma cultura inclusiva pode aumentar a lealdade dos clientes e melhorar a reputação da marca, contribuindo para o sucesso e a longevidade da empresa.






Conheça o clickCompliance!

Com integrações eficientes e um design profissional, o clickCompliance torna a implementação de políticas voltadas para a diversidade muito mais fácil.

Agende uma demonstração e saiba como nosso software pode contribuir para tornar sua empresa mais diversa e inclusiva!

 

0

Canal de Denúncias

Dados mostram cenário de desigualdade entre homens e mulheres no mercado de trabalho nacional. Veja como o compliance pode ajudar.

Se engana quem pensa que o assunto sobre a desigualdade entre homens e mulheres no mercado de trabalho já está resolvido. Na verdade, estamos bem longe de uma realidade equânime para as profissionais mulheres.

O índice de paridade salarial entre homens e mulheres no Brasil permanece em 78, numa escala de zero a 100, conforme o levantamento “Mulheres no Mercado de Trabalho”, conduzido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Quanto mais próximo de 100, maior é a equidade salarial entre os gêneros.

O que poucas pessoas sabem, entretanto, é como o trabalho de conformidade pode contribuir para enfrentar o problema. Há diferentes pilares de compliance que podem ser aplicados para identificar, monitorar e mitigar as disparidades de gênero nas organizações.

É isso que iremos abordar neste conteúdo, começando por apresentar a realidade de desigualdade entre homens e mulheres e suas consequências. Também discutiremos medidas que as empresas podem adotar para promover a igualdade de oportunidades e tratamento. Por fim, mostraremos como o compliance pode ser um grande aliado na luta contra a desigualdade.

Boa leitura!

Situação de desigualdade entre homens e mulheres no mercado de trabalho

Boletim divulgado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) mostra como é a situação de desigualdade entre homens e mulheres no mercado de trabalho nacional. A seguir, iremos abordar os principais dados revelados pelo estudo: 

Diferença salarial

Apesar da lei de igualdade salarial, aprovada recentemente pelo governo federal, o rendimento médio entre homens e mulheres continua em disparidade. No último trimestre de 2023, as mulheres ganhavam em média 22,3% a menos do que os homens. Veja outros dados sobre a diferença salarial no Brasil:

  • 39,9% das mulheres ganhavam até um salário mínimo, e a porcentagem chegava a 49,4% no recorte entre mulheres negras; 
  • Entre os homens, 29,8% recebiam até um salário mínimo;
  • 35,5% das mulheres com ensino superior completo ganhavam menos do que os homens. 


É importante destacar que, em caso de irregularidades salariais,
você pode e deve denunciar a situação. Para isso, foram criados canais de denúncia que acolhem o relato acerca das violações.

Os canais estão acessíveis por meio dos números de telefone Disque 100, Disque 180 ou Disque 158 e, também, pelo portal do Ministério do Trabalho.

Emprego e desemprego

Quando falamos sobre empregabilidade, houve melhora nos indicadores gerais acerca de profissionais mulheres. Entre 2022 e 2023, houve o acréscimo de 358 mil trabalhadoras no mercado formal. O número de profissionais homens foi de 26 mil. Veja outros dados sobre emprego e desemprego no Brasil:

  • A ocupação entre as mulheres negras cresceu 2,5%;
  • Entre mulheres não negras, a ocupação cresceu 0,7%;
  • Para os homens, o crescimento foi de 1,6%; 
  • As mulheres representam 64,6% das pessoas desempregadas no país. 


Os avanços são positivos, mas
o Dieese alertou que ainda há muita disparidade. Enquanto a participação dos homens no mercado de trabalho parece ter retornado ao mesmo nível pré-pandêmico, para as mulheres não é bem assim. Elas ainda encontram dificuldades para se reintegrar.

Subocupação

Outro aspecto analisado pelo Dieese foi a subocupação. Os dados mostram que a proporção de mulheres que trabalham menos de 40 horas por semana, mas desejariam trabalhar mais, foi maior do que a dos homens. Confira:

  • 6,2% das mulheres estavam em situação de subocupação no quarto trimestre de 2023;
  • O percentual de mulheres negras subocupadas foi de 7,3%.


O Dieese ressalta que a fragilidade da posição das
mulheres negras no mercado de trabalho é evidente quando se observa que elas trabalham menos horas do que gostariam ou precisam, além de receberem salários mais baixos.

Informalidade e precarização

No último trimestre de 2023, havia mais homens trabalhando na informalidade do que mulheres. O trabalhador informal é aquele que realiza atividades sem vínculos empregatícios ou registros, como a carteira de trabalho.

Qual é o problema da informalidade? A informalidade afeta a qualidade do trabalho, prejudicando o acesso aos direitos trabalhistas e aos rendimentos dos trabalhadores.

Confira alguns dados sobre informalidade no país:

  • 32,5% dos trabalhadores na informalidade são homens; 
  • A maioria dessas pessoas é negra, representando 41% das mulheres e 43,2% dos homens.

Falta de representação em cargos de liderança

Outro grande problema na situação de desigualdade entre homens e mulheres no mercado de trabalho é a falta de representação em cargos de liderança. Também no último trimestre de 2023, os dados mostram um cenário que está muito distante da igualdade. Veja abaixo:

  • Apenas quatro em cada dez pessoas ocupando posições de diretores ou gerentes eram mulheres;
  • O salário médio das mulheres em cargos de liderança foi 29,5% menor que dos homens na mesma posição.


 

Consequências da desigualdade

Há muitas consequências negativas da desigualdade de gênero no mercado de trabalho. O problema afeta, sobretudo, as esferas social e econômica, impactando a sociedade e o seu futuro.

Continuidade da desigualdade

Talvez essa seja a consequência mais óbvia, afinal, a disparidade das condições de emprego para os gêneros pode perpetuar a desigualdade. Isso é um problema estrutural, capaz de afetar gerações futuras, uma vez que pode prejudicar o desenvolvimento econômico e social do país.

Prejuízo na economia

A situação também causa prejuízo econômico. O último censo demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indicou que mais mulheres do que homens no país. Imagine toda essa força de trabalho sendo desvalorizada? Isso limita a geração de renda e o potencial de inovação e produtividade, além de contribuir para um ritmo mais lento do crescimento econômico.

Impactos na Previdência Social

A disparidade salarial e a menor participação das mulheres no mercado de trabalho também afetam diretamente suas contribuições previdenciárias. Isso acontece porque as contribuições das mulheres para a Previdência Social acabam sendo menores, o que pode comprometer a segurança financeira na aposentadoria.

Impactos na saúde mental

Não é muito difícil enxergar que a saúde mental das mulheres brasileiras está em uma situação grave. Isso também se deve à desigualdade entre homens e mulheres no mercado de trabalho, além de outros fatores, como o acúmulo de funções e o trabalho invisível da rotina dessas mulheres.

O levantamento da CNI constatou que o tempo destinado às atividades domésticas e de cuidados com familiares é muito maior entre as mulheres. Enquanto aquelas com emprego gastam mais de 17 horas semanais, os homens usam apenas 11 horas da semana para o mesmo fim. 

 

Como evitar a desigualdade entre homens e mulheres na empresa?

Há medidas que podem ser tomadas para ajudar a evitar a desigualdade entre homens e mulheres na sua empresa. Confira:

  • Tenha uma equipe igualitária que valorize a diversidade e a inclusão e garanta oportunidades de crescimento e desenvolvimento para homens e mulheres em todos os níveis hierárquicos da empresa; 
  • Tenha espaços de amamentação e recreação para crianças e ofereça horários flexíveis para mães com filhos na creche. Isso facilita a conciliação entre trabalho e vida familiar, o que proporciona um ambiente acolhedor para funcionárias que são mães; 
  • Tenha salários igualitários. É importante que homens e mulheres que desempenham funções semelhantes recebam salários justos e equitativos;
  • Ofereça palestras sobre igualdade entre homens e mulheres que tenham como foco a conscientização e prevenção de possíveis preconceitos. 



Compliance no combate à desigualdade entre homens e mulheres nas empresas

Diante do cenário de desigualdade entre homens e mulheres nas empresas, o compliance surge como uma forma de combate. Veja algumas estratégias de conformidade que podem ajudar:

Implantar canal de denúncias

O canal de denúncias é uma ferramenta que contribui para um ambiente de trabalho mais saudável e ético. Com uma plataforma confidencial e acessível, os funcionários podem relatar casos de discriminação de gênero, assédio moral ou sexual e outras irregularidades.

Porém, o canal de denúncias por si só não é o suficiente. A empresa precisa estar disposta e preparada para tomar medidas cabíveis e solucionar o problema. Cabe aos profissionais de compliance acolherem os relatos e iniciarem a investigação. Caso a denúncia seja confirmada, será necessária a aplicação das sanções previstas pela organização.

Quer saber mais? Conheça o primeiro canal de denúncias via WhatsApp que utiliza Inteligência Artificial!

Identificar disparidades

Com a implantação de um programa de compliance eficiente, é possível realizar análises regulares para identificar disparidades de gênero nas políticas, práticas e remuneração. Isso possibilita corrigir quaisquer discrepâncias e promover a igualdade de oportunidades para homens e mulheres.

Promover uma cultura organizacional inclusiva

O programa de compliance permite a construção de uma cultura organizacional mais ética, responsável, transparente e inclusiva. Dessa forma, os funcionários se sentem mais seguros, valorizados e respeitados, independentemente de gênero, origem ou identidade. 

Coletar dados para monitorar mudanças

O compliance também permite coletar dados e monitorar mudanças relacionadas à igualdade de gênero. Por exemplo, a proporção de homens e mulheres em cargos de liderança, os valores de salários e até as taxas de promoção. A análise ajuda a identificar áreas que necessitam de melhoria!






clickCompliance pode ajudar!

Com integrações eficientes e um design profissional, o clickCompliance é um software de compliance que torna o trabalho de conformidade muito mais fácil. Dessa forma, o trabalho de implementação de políticas internas voltadas para a igualdade de gêneros também é beneficiado.

Agende uma demonstração e saiba como nosso software pode contribuir para tornar sua empresa uma aliada na luta contra a desigualdade entre homens e mulheres no mercado de trabalho!

0

Ambiente Corporativo, Ambiente de trabalho, Business, Canal de Denúncias, Ética, Programa de Integridade, Transparência, Treinamento de Compliance

Entenda o que caracteriza a falta de ética profissional, quais são as consequências para o negócio e como evitar o problema.

A falta de ética profissional é um dos problemas que mais causam preocupação entre líderes e gestores no âmbito corporativo. Comportamentos antiéticos, sejam de menor ou maior gravidade, podem minar o clima organizacional e, claro, causar prejuízos financeiros e danos à reputação das organizações.

Uma das práticas que ajudam no combate às atitudes antiéticas é o estabelecimento de condutas e regras que todo colaborador deve seguir para um ambiente corporativo livre de infrações dessa natureza.

A propósito, a promoção de uma cultura organizacional ética deve ser tratada com seriedade e viés estratégico para a própria saúde do negócio.

Entre os mecanismos usados na prevenção de condutas antiéticas nas organizações está o compliance. Você sabia disso? Não? Então chegou a hora de descobrir o porquê.

Acompanhe este conteúdo e entenda, em detalhes, como a falta de ética profissional pode ser danosa às empresas e como o compliance pode contribuir para sanar o problema.

O que é falta de ética profissional na empresa?

Para começar, vamos buscar compreender o conceito de ética, independente do contexto em que ele está inserido. 

De forma abrangente, a ética diz respeito ao que é considerado moralmente correto, íntegro ou honesto em diversas situações da vida em sociedade. Por isso, ela também se aplica ao mercado de trabalho.

Nesse contexto, a falta de ética profissional diz respeito às condutas equivocadas por parte do funcionário dentro da organização em que atua como, por exemplo:


 

Exemplos de falta de ética profissional

São muitos os exemplos de falta de ética profissional que podem ocorrer no ambiente de trabalho. Para ilustrar, listamos alguns deles. Confira:

Fraudes de documentos

A falsificação, alteração ou manipulação de documentos de qualquer natureza está entre as graves infrações éticas imputadas aos colaboradores, inclusive com a aplicação de sanções previstas em lei. 

Não cumprimento de prazos

Ao não cumprir prazos, o colaborador incide em conduta antiética, prejudicando o desempenho individual, da equipe e da empresa como um todo. É considerado um desvio de natureza comportamental. 

Difamação de colegas

Fazer declarações falsas ou prejudiciais contra outro colaborador é uma conduta antiética. Além de criar conflitos desnecessários, a difamação também contribui para um ambiente hostil, afetando o bem-estar e a produtividade.

Assédios

Os assédios são graves desvios de conduta. Intimidação, linguagem ofensiva, piadas ou comentários degradantes entram nesta categoria. Assédio moral é crime, assim como o assédio sexual, que consiste em qualquer ação de constrangimento ou agressão sexual.  

Ofensas

Ofensas dirigidas aos colaboradores, diretores ou gestores vão contra os valores éticos de qualquer empresa. Além de atingirem a honra, acirram os ânimos e prejudicam o bem-estar geral.

Falta de pagamentos

Ao não cumprir as obrigações financeiras atribuídas ao cargo, o colaborador fere o código de conduta e ética da empresa. Independente se a motivação for intencional ou negligente, a falta de pagamentos pode desencadear graves prejuízos financeiros à organização. 

Furtos

O furto está sujeito à punição legal e é inaceitável em qualquer contexto. Além do prejuízo material, também há a quebra da relação de confiança. 

Negligência com o trabalho

Ao não cumprir com suas responsabilidades e atribuições, o colaborador está negligenciando o trabalho para o qual foi contratado. Este comportamento fere a ética profissional, causando prejuízos à companhia.

Fraudes contra Fisco

Além de ser uma conduta antiética, a fraude contra o Fisco é passível de punições legais. A prática consiste no fornecimento de informações falsas às autoridades fiscais. 

Recebimento de propinas

Por fim, podemos citar, ainda, o recebimento de propina, que consiste na conquista de vantagens indevidas, como mais uma conduta que fere a ética profissional. A prática também figura no rol de crimes passíveis de sanções legais. 



Como evitar a falta de ética profissional na empresa

Acabamos de ver algumas condutas que configuram falta de ética no ambiente profissional, certo? Agora chegou a hora de conhecer ações e mecanismos que podem ser implementados a fim de coibir esses comportamentos em nome da boa reputação das companhias. Confira:

Coloque em prática um programa de compliance

De todas as ferramentas capazes de prevenir, detectar e corrigir condutas antiéticas no ambiente corporativo, os programas de compliance têm se mostrado altamente eficazes.

O compliance é a melhor solução para prevenir a falta de ética profissional e manter a transparência nos processos e na relação com os colaboradores.

Ao aderir ao compliance, as organizações contam com um aliado poderoso para evitar prejuízos financeiros e danos à reputação. 

Tenha um canal de denúncias eficiente

Outra ferramenta bastante útil é o canal de denúncias. Por meio dele, é possível relatar irregularidades que acontecem no ambiente corporativo de forma anônima. As denúncias seguem para a averiguação do setor de compliance, responsável por solucionar os problemas em questão. 

Crie normas de conduta

As empresas devem prezar pela transparência na relação com os colaboradores. Diante disso, a criação de normas de conduta é outro mecanismo útil para a prevenção de condutas antiéticas

Ofereça treinamentos

Para garantir que as normas de conduta que foram criadas não fiquem apenas no papel, é importante oferecer treinamentos de compliance. Além de informar sobre as regras internas, a capacitação pode abordar dilemas éticos dentro e orientar sobre qual é o comportamento adequado em cada situação.

Seja através de workshops ou seminários, disseminar o conhecimento sobre atitudes éticas no trabalho contribui para fortalecer uma cultura organizacional responsável. 

Divulgue constantemente a cultura da empresa

Dar visibilidade à cultura da empresa ajuda a comunicar de forma mais clara as diretrizes éticas da organização. O papel pode ser muito bem desempenhado pelos setores de RH, comunicação e compliance.

Mantenha uma organização transparente

Promover uma gestão transparente, com condutas bem definidas e aberta ao feedback, também é uma forma de propagar os valores éticos da empresa. Esta condução atrai a confiança dos colaboradores e promove o engajamento.   

Tenha planejamento para gestão de crise

Quando a reputação de uma empresa é atacada, algumas ações urgentes tornam-se necessárias. Por esse motivo, é essencial contar com um planejamento de crise para saber como agir em contextos mais dramáticos. 







Saiba como o clickCompliance pode ajudar

O compliance assegura o cumprimento das leis vigentes a partir da criação de políticas internas claras e abrangentes para a prevenção de condutas antiéticas dentro das organizações. Portanto, é um mecanismo mais do que necessário para proteger o patrimônio e a reputação das empresas.

O clickCompliance é um software que realiza a gestão do programa de compliance de forma ágil e eficiente, a partir da otimização dos processos e uso da tecnologia. Quer saber mais como a ferramenta pode contribuir para promover as diretrizes éticas da sua empresa? Agende uma demonstração!

0