Your address will show here +12 34 56 78

Treinamento de Compliance

Para fomentar uma cultura de integridade nas organizações, os líderes devem ser exemplo para os outros colaboradores.

O compliance é essencial para a sustentabilidade e longevidade de qualquer organização. Uma parte crucial desse processo é o tone at the top, que se refere à postura e cultura ética estabelecida pela liderança.

O tone at the top desempenha um papel fundamental na garantia da conformidade e integridade organizacional. É a base sobre a qual uma cultura ética e de responsabilidade é construída, influenciando positivamente o comportamento e as decisões de todos os membros da organização.

Neste artigo, exploraremos a importância desse conceito no contexto do compliance e na promoção da integridade organizacional. Boa leitura!

O que é tone at the top?

O tone at the top ou o “exemplo que vem de cima”, refere-se à cultura e ao comportamento ético que são definidos e demonstrados pelos líderes de uma organização. Esses líderes incluem a alta administração, o conselho de administração e outros executivos de alto escalão. Ele influencia diretamente a cultura organizacional, afetando as atitudes e comportamentos de todos os funcionários.

Esse conceito não se limita apenas à conformidade com regulamentos e leis, engloba um compromisso mais amplo com a integridade, a ética e a responsabilidade social corporativa. Em resumo, é o tom definido pelos líderes que determina se a empresa valoriza a honestidade, a transparência e o comportamento ético em todos os níveis.


Por que o tone at the top é crucial para o compliance?

O tone at the top estabelece o padrão para toda a organização. Quando os líderes demonstram um compromisso genuíno com a ética e conformidade, isso influencia positivamente o comportamento de todos os membros da equipe.

 

Desafios comuns e suas soluções

A implementação eficaz do tone at the top é essencial para promover uma cultura organizacional de integridade e conformidade. No entanto, esse processo muitas vezes enfrenta uma série de desafios que podem dificultar sua execução e impactar negativamente a eficácia do programa de integridade, como:

  • Resistência à mudança: muitos funcionários podem resistir a mudanças na cultura organizacional. A transparência e a educação são essenciais para superar essa resistência.
  • Falta de alinhamento entre discurso e prática: é fundamental que os líderes vivam os valores que pregam, caso contrário, o tone at the top perderá sua eficácia.
  • Estratégias para superar os desafios: promover uma comunicação aberta, oferecer treinamento adequado e reforçar constantemente os valores organizacionais são estratégias eficazes para superar os desafios.


Benefícios do tone at the top para a integridade

O tom estabelecido desempenha um papel fundamental na promoção da integridade e no cumprimento de regulamentos em uma organização. Sua importância pode ser resumida em várias dimensões, como veremos a seguir.

Construção de confiança

Empresas com um exemplo positivo da alta administração geralmente inspiram maior confiança de stakeholders, como clientes, investidores e reguladores. A confiança é um ativo intangível valioso que pode ajudar a impulsionar o sucesso a longo prazo.

Inspiração e motivação

Um tone at the top positivo inspira os funcionários a agirem de maneira ética e a cumprir as regras. Os colaboradores tendem a seguir o exemplo de seus líderes e a adotar os valores e padrões demonstrados pela alta administração.

Redução de riscos e sanções

Um compromisso sólido com o compliance e a integridade ajuda a evitar violações regulatórias, escândalos e sanções. Isso pode economizar recursos significativos e preservar a reputação da empresa.

É essencial que os líderes reconheçam sua responsabilidade em estabelecer e promover uma cultura ética, pois isso não só fortalece a reputação da empresa, mas também reduz os riscos e promove o sucesso a longo prazo.

 

Alta direção e seu papel fundamental no programa de integridade

Um programa de integridade eficaz deve começar com a decisão de comprometimento da alta direção. O tom que guia a companhia vem daqueles no topo da hierarquia, que devem demonstrar engajamento com comportamento ético e íntegro.

Assim como um piloto de avião que não só planeja o voo, mas também guia os passageiros até o destino e toma medidas para permanecer na rota, os líderes empresariais não apenas planejam, mas também colocam em prática e mantêm as ações necessárias para garantir a integridade na empresa.

Por isso, o comprometimento da alta direção é o primeiro do pilar de um programa de compliance, segundo a Controladoria-Geral da União (CGU). O apoio da alta direção é condição indispensável e permanente para fomentar uma cultura ética, de respeito às leis e para a aplicação efetiva do programa.

O comportamento e envolvimento dos líderes influenciam toda a equipe. É por isso que o comprometimento da alta administração é o primeiro pilar para um programa de integridade eficaz e é fundamental para o sucesso e a continuidade do programa.


Ações que a alta administração pode realizar

Cultivar um tone at the top positivo requer ações concretas por parte da alta administração das empresas. Aqui estão algumas estratégias que os líderes organizacionais podem adotar:

Definir valores e normas claras

A alta administração deve estabelecer e comunicar claramente os valores e normas da empresa. Isso pode ser feito por meio de declarações de missão, código de conduta e políticas de ética.

Demonstrar comportamento ético

Os líderes devem ser modelos de comportamento ético. Eles precisam seguir as regras e agir com integridade em todas as situações. Isso envolve tomar decisões difíceis, mesmo que sejam impopulares.

Promover a comunicação aberta

Incentivar um ambiente no qual os funcionários se sintam à vontade para relatar preocupações e irregularidades é crucial. A alta administração deve apoiar e promover os canais de denúncia e garantir que não haja represálias contra os denunciantes.

Apoiar a educação e o treinamento contínuo

Os treinamentos de compliance podem ajudar a conscientizar os líderes e colaboradores sobre as questões de integridade e garantir que eles entendam suas responsabilidades.

Monitoramento e auditoria interna

Implementar mecanismos de monitoramento e auditoria interna ajuda a garantir o cumprimento das políticas e procedimentos da empresa. Isso também envolve revisar regularmente as práticas e os controles internos.






Conheça o clickCompliance!

O tone at the top desempenha um papel vital na promoção da integridade e do compliance em uma organização. A alta administração tem a responsabilidade de definir o tom ético, e suas ações têm um impacto direto na cultura organizacional e no comportamento de toda a equipe.

Cultivar um tom positivo não apenas ajuda a evitar problemas de conformidade, mas também contribui para uma empresa mais ética. Com integrações eficientes e um design profissional, o clickCompliance pode contribuir para tornar sua empresa adepta ao tone at the top!

Agende uma demonstração e saiba mais.

0

Ambiente de trabalho, Ambiente de trabalho, Ambiente de trabalho

Empresas que apostam na diversidade cultural podem vivenciar uma melhoria na produtividade e até no clima organizacional.

Respeitar a diversidade cultural no ambiente corporativo vai muito além de cumprir obrigações legais ou seguir tendências passageiras. Trata-se, na verdade, de uma necessidade estratégica para empresas que desejam se destacar no mercado.

Sob a lente do compliance, a diversidade cultural nas empresas é uma parte essencial da cultura organizacional e das práticas de governança. E sua implementação não deve se limitar apenas a questões éticas e legais. É necessário haver compromisso com a promoção de um ambiente de trabalho inclusivo.

Quer saber mais sobre esse assunto? Neste texto, iremos abordar tudo o que você precisa saber sobre diversidade cultural nas empresas e como promovê-la de forma adequada.

Boa leitura!

O que é diversidade cultural nas empresas?

Quando falamos sobre diversidade cultural nas empresas, nos referimos à variedade de origens, identidades e experiências presentes no ambiente de trabalho. O que inclui:

Grupos de afinidade cultural, étnica e racial

Falar sobre diversidade e inclusão sem abordar a questão étnica e racial é ignorar uma parte significativa do que torna a diversidade cultural tão importante. O grupo de afinidade engloba pessoas de diferentes origens étnicas, culturais e raciais.

Os indivíduos trazem consigo uma variedade de experiências, pontos de vista e formas de pensar que enriquecem o ambiente de trabalho e promovem a compreensão intercultural.

Grupos de afinidade sexual, de gênero e de identidade

O respeito à diversidade sexual, de gênero e identidade é assegurado por leis, como a Lei de Igualdade Salarial. Mas, é necessário ir além do cumprimento das normas para garantir a inclusão dessas pessoas no ambiente corporativo.

Reconhecer e valorizar a diversidade ajuda a criar um ambiente mais acolhedor e respeitoso para todos os colaboradores. Além de fortalecer o engajamento e a satisfação dos funcionários, também contribui para uma cultura organizacional mais inclusiva

Grupo de afinidade social

O grupo de afinidade social abrange uma variedade de backgrounds socioeconômicos, níveis de educação e experiências de vida dos colaboradores. Ter atenção nesse aspecto pode trazer uma mina de ouro para sua empresa.

Afinal, a diversidade social enriquece o ambiente com diferentes habilidades e insights que vêm da possibilidade de ver além do que é comum para cada colaborador. Uma pessoa que já morou em outros países, por exemplo, pode ter uma visão. Enquanto um morador de comunidade pode conseguir implementar essa visão de forma prática, devido às suas vivências.


Como lidar com a diversidade cultural nas empresas?

Para lidar com a implementação de programas de diversidade cultural e garantir que tudo esteja ocorrendo de acordo com o planejamento, sugerimos que aposte em:

  • Organizar rodas de conversas sobre discriminação de maneira regular. As rodas podem proporcionar um espaço seguro para que todos compartilhem suas dores e preocupações e até mesmo experiências positivas que podem servir de inspiração;
  • Implementação de desafios de contratação às cegas (sem identificação do candidato) podem mitigar preconceitos inconscientes da equipe de RH. Remover informações pessoais que possam levar a preconceitos, como gênero e idade, durante as etapas iniciais do processo seletivo, permite uma avaliação mais objetiva com base nas habilidades e qualificações dos candidatos;
  • Evite conversas preconceituosas entre a equipe e procure estar em conformidade com os princípios da governança corporativa. Estabeleça políticas de tolerância zero para comportamentos discriminatórios ou preconceituosos, inclusive entre os líderes e gestores de cada setor.


 

Como promover a diversidade cultural nas empresas?

Você já entendeu o que é a diversidade cultural e quais ações podem dar um start na sua implementação. Mas, afinal, como promover esses princípios, na prática? Pensando em te ajudar, separamos quatro dicas essenciais. Confira a seguir. 

Faça um censo na corporação

Um censo pode te ajudar a identificar melhor a composição demográfica da sua equipe. Nessa avaliação, você deve responder às seguintes perguntas, por exemplo: Existem pessoas negras? E de diferentes origens? As mulheres recebem um salário equânime?

Com essa análise em mãos, fica mais fácil orientar estratégias futuras para promover uma maior diversidade e inclusão no ambiente de trabalho. Também é importante que esse censo seja repetido sempre que necessário, para manter as métricas atualizadas. 

Faça pesquisa de clima organizacional

As pesquisas de clima organizacional são um complemento ao censo demográfico. Afinal, depois de ter em mãos dados mais quantitativos sobre a empresa, precisamos também avaliar o clima do ambiente de maneira qualitativa.

Aqui, buscamos responder a essas perguntas: Os funcionários se sentem confortáveis? Sentem segurança para expor suas ideias? Eles gostam dos benefícios atuais ou buscam por mais?

Assim, podemos identificar possíveis áreas de melhorias através dos feedbacks dos colaboradores. Com isso, a empresa pode entender melhor as preocupações e implementar medidas para promover um ambiente mais acolhedor e inclusivo para todos.

Atenção à retenção de talentos

Para garantir a retenção de talentos diversos, o primeiro passo é ter políticas de compliance bem definidas. Isso porque elas estabelecem diretrizes claras sobre o comportamento esperado dos colaboradores e as consequências de violações. E os funcionários precisam se sentir seguros e respaldados para continuar na empresa.

Outras estratégias incluem:

  • Oferecer oportunidades de desenvolvimento profissional;
  • Programas de mentoria;
  • Políticas de promoção transparentes e igualitárias. 

Dê treinamento sobre diversidade cultural

Oferecer treinamentos sobre diversidade e inclusão para todos os colaboradores, independente do nível hierárquico, é um passo fundamental. Os treinamentos ajudam a promover a conscientização e a sensibilidade em relação às questões de diversidade.

Eles podem abordar tópicos como:

  • Comunicação inclusiva com viés em gênero;
  • Políticas antidiscriminatórias para pessoas com deficiência;
  • Microagressões que configuram racismo.


 

Qual a importância da diversidade cultural nas empresas?

A diversidade cultural pode promover diversos benefícios para as empresas, como:

  • Aumenta da criatividade organizacional;
  • Incentiva inovação;
  • Promove redução de conflitos;
  • Diminui rotatividade de funcionários;
  • Melhora a reputação da empresa.

Ao reconhecer e valorizar a multiplicidade de experiências e perspectivas dos colaboradores, as empresas abrem espaço para fortalecer sua capacidade de inovação. Vale lembrar que a diversidade cultural não é apenas uma escolha ética. É uma estratégia inteligente que pode te deixar mais próximo ao sucesso empresarial. 






Conheça o clickCompliance!

Com integrações eficientes e um design profissional, o clickCompliance torna a implementação de políticas voltadas para a diversidade muito mais fácil.

Agende uma demonstração e saiba como nosso software pode contribuir para tornar sua empresa adepta à diversidade cultural!

0

Saiba mais sobre a história da governança corporativa e como a implementação de seus pilares pode fortalecer as empresas.

A governança corporativa é uma área bem estabelecida em boa parte das organizações. Apesar disso, ainda encontramos pessoas que não compreendem seus princípios e funcionamento. O Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) define governança como:

“Conjunto de regras e procedimentos pelos quais companhias e outras instituições são administradas, monitoradas e estimuladas”.

Na prática, as regras existem para reforçar a ética diante de diferentes públicos, como clientes, funcionários e até governo. As ações podem promover uma maior longevidade da empresa e simplificar o acesso ao capital.

Quer entender como isso funciona? Neste conteúdo, iremos explicar sobre os fundamentos da governança corporativa e os principais benefícios de sua implementação.

Boa leitura!

História da governança corporativa 

Antes de qualquer coisa, precisamos voltar um pouco no tempo para entender em que contexto a governança corporativa surgiu.

Logo após a Segunda Guerra Mundial, em 1945, as organizações empresariais nos Estados Unidos começaram a se tornar mais complexas e responsáveis pela economia do país.
Com a presença de grupos dispersos de acionistas e proprietários, tornou-se inviável exercer uma interferência direta na gestão das companhias.

O que antes era um privilégio dos controladores majoritários, especialmente em empresas familiares, passou a enfrentar desafios crescentes devido à falta de regulamentação e fiscalização adequadas.

A ausência de supervisão abriu espaço para práticas que privilegiavam os interesses individuais dos conselheiros e executivos em detrimento dos interesses da empresa.

Estudos conduzidos por acadêmicos, como Jensen e Meckling, em 1976, destacaram os riscos da dinâmica e apontaram a necessidade urgente de adotar medidas que alinhassem os interesses dos acionistas e gestores para garantir o sucesso empresarial a longo prazo.

Assim, surgiram propostas para estabelecer mecanismos de:

  • Monitoramento;
  • Controle;
  • Ampla divulgação de informações.


Posteriormente, esses mecanismos viriam a ser chamados de governança corporativa.

 

Primeiro código de governança corporativa

Em 1992, na Inglaterra, surgiu o primeiro código oficial com pilares da governança corporativa: o Relatório Cadbury. Ele é impulsionado por discussões que tratavam sobre grandes escândalos contábeis que envolveram importantes empresas nos anos 1980.

Pesquisa realizada pelo California Public Employees Retirement System (Calpers) mostrou que mais de 50% das 300 principais organizações do país já possuíam manuais de orientação sobre governança corporativa em 1992.


Princípios da governança corporativa 

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a história da governança corporativa, vamos nos aprofundar em seus princípios. 

Ter boas práticas de gestão

Boas práticas de gestão vão além de apenas seguir um conjunto de regras, significa cultivar uma cultura organizacional que promova:

Preservar a imagem

Não restam dúvidas de que a imagem de uma empresa é um ativo tão valioso, quanto delicado. Por isso, para preservar a imagem corporativa, é essencial ter um compromisso com:

Estimular a competitividade saudável

A competitividade é essencial para o crescimento de uma empresa, desde que seja feita de maneira saudável. Além de uma competição por participação no mercado, incluir buscar, constantemente, por melhorias em:

  • Produtos;
  • Serviços;
  • Processos.

Fortalecer a marca

A marca de uma empresa é muito mais do que um logotipo ou um slogan. Trata-se da percepção que os clientes têm da empresa e de seus produtos ou serviços. Fortalecer a marca requer:

  • Consistência;
  • Autenticidade;
  • Compromisso com a qualidade e a comunidade.

Respeitar a concorrência

A governança e o compliance pregam por uma postura honesta, que respeite os princípios da livre concorrência e da ética empresarial. Por isso, deve-se evitar práticas como:

  • Cartéis;
  • Monopólios;
  • Dumping

Atrair bons investidores e parceiros

Ter bons investidores e parceiros ao seu lado pode fazer sua empresa prosperar muito mais rapidamente. Mas, para isso, é necessário ter:

  • Boa reputação de integridade;
  • Transparência nos processos;
  • Responsabilidade corporativa.

Incrementar o Brand Equity

Brand equity, ou valor de marca, é um indicador do sucesso e da competitividade de uma empresa. Incrementá-lo exige investir em estratégias que:

  • Fortalecem a percepção da marca no mercado;
  • Aumentam sua relevância;
  • Diferenciam a empresa da concorrência.

Arbitrar conflitos

Conflitos são inevitáveis em qualquer organização, mas a forma como são resolvidos pode fazer toda a diferença. Por isso, a governança estabelece que isso seja feito por meio de:

  • Diálogo;
  • Negociação;
  • Mediação ou arbitragem.


 

Conheça os 7 pilares da governança corporativa

Há sete pilares básicos que devem ser considerados, quando falamos em boas práticas de governança. Veja quais são:

  1. Transparência, sobretudo, em processos financeiros. Também inclui as operações e as estratégias que devem ser divulgadas amplamente para a preservação do valor da companhia.
  2. Equidade para garantir que todos os sócios e partes interessadas recebam um tratamento justo.
  3. Prestação de contas e definição de metas claras para a gestão de recursos,de acordo com os objetivos da empresa.
  4. Conformidade e compliance são fundamentais para a legitimidade e a legalidade em todas as operações e processos.
  5. Responsabilidade corporativa e compromisso com o impacto social, ambiental e econômico das atividades.
  6. Orientação a longo prazo para antecipar tendências, identificar oportunidades e enfrentar desafios de forma proativa.
  7. Independência adequada entre os poderes de governança na empresa. É indispensável que a supervisão seja livre de influências externas.


Vantagens de implantar governança corporativa

Implantar a governança corporativa traz inúmeras vantagens para as empresas. Não é à toa que, cada vez mais, as organizações em todo o mundo reconhecem a importância de adotar essas práticas.

Algumas das vantagens mais significativas incluem:

  • Maior clareza nas ações;
  • Melhora na tomada de decisões em todas as esferas;
  • Redução no custo do capital/ sustentabilidade;
  • Melhora no planejamento estratégico;
  • Fortalecimento da empresa e sua marca;
  • Ajuda a mitigar riscos.

É perceptível que, com um bom sistema de gestão, voltado a governança corporativa, as empresas estão mais bem equipadas para enfrentar desafios e oportunidades de crescimento.






Conheça o clickCompliance!

Com integrações eficientes e um design profissional, o clickCompliance é um software de compliance que torna o trabalho de governança muito mais fácil.

Nossos módulos incluem a automatização de processos internos, utilizando tecnologia e Inteligência Artificial para reduzir os custos e o trabalho manual da equipe de compliance.

Dessa forma, a implementação de políticas de compliance e governança corporativa podem ser mais simples.

Agende uma demonstração e saiba como nossos módulos podem contribuir!

0

Ambiente Corporativo, Ambiente Corporativo, Ambiente de trabalho, Ambiente de trabalho, Ambiente de trabalho, Business, Business, Fique por Dentro, Fique por Dentro

Entenda como o compliance pode ajudar as empresas na implementação de políticas a favor da diversidade de gênero.

Sabemos que o mundo corporativo pode ser complexo e que as mulheres no mercado de trabalho continuam a enfrentar desafios. Apesar dos avanços nas últimas décadas, ainda há uma lacuna quando se trata de diversidade e inclusão, igualdade salarial e segurança no ambiente profissional.

Diante desse cenário, surge uma importante questão: o compliance pode agir como um aliado para as mulheres no mercado de trabalho?

É essa pergunta que buscamos responder neste conteúdo. Vamos te mostrar como as estratégias de compliance podem ser aplicadas de forma específica para garantir a inclusão e segurança das mulheres no ambiente corporativo.

Boa leitura!

Mulher no mercado de trabalho e as garantias do compliance

Infelizmente, a desigualdade entre homens e mulheres no mercado de trabalho é uma realidade ainda hoje. Mas, será que o compliance consegue dar alguma garantia diante desse cenário?

O compliance nada mais é do que um programa de conformidade empresarial. É um conjunto de regras, políticas e procedimentos que deve ser seguido para estar de acordo com as leis e regulamentos aplicáveis ao negócio.

Quando falamos sobre as garantias do compliance para a mulher no mercado de trabalho, nos referimos às regras e procedimentos internos de uma organização que podem ser aliados nessa luta.

Por exemplo, imagine uma empresa que tenha uma política voltada para a igualdade salarial como um de seus princípios de compliance. Isso significa que essa organização está empenhada em remunerar as mulheres da mesma forma que os homens. Essas ações ajudam a criar um ambiente mais inclusivo e diverso. 

 

Como incluir a mulher no mercado de trabalho?

Existem muitas formas de incluir as mulheres no mercado de trabalho. Veja algumas ações que sugerimos para alcançar esse objetivo através do compliance:

Incentivar mulheres a serem líderes

Para garantir a diversidade de gênero nas empresas, não basta apenas ter o mesmo número de funcionários homens e mulheres. Na verdade, são necessários incentivos para que as mulheres consigam assumir posições de liderança.

Isso pode ser feito através de:

  • Programas de mentoria;
  • Políticas de promoção baseadas no mérito;
  • Processo seletivo inclusivo e justo. 

Implantar equiparação salarial

A disparidade salarial de gênero é uma questão persistente em muitos locais de trabalho. Ainda hoje, as mulheres ganham em média 23% a menos que os homens para a mesma função (dados do Dieese). Acontece que as empresas são obrigadas por lei a remunerar todos de forma justa e o compliance pode ajudar nessa tarefa.

Existem algumas estratégias para garantir a igualdade salarial:

  • Realizar análises periódicas de remuneração;
  • Estabelecer critérios claros e transparentes para determinar os salários;
  • Fornecer treinamento para gestores.


Saiba mais em nosso blog:
Lei da Igualdade Salarial: tudo sobre a nova lei e as possíveis penalidades

Contratar mulheres para todos os setores

Outra ação que pode ser realizada através do compliance é a contratação de mulheres para todos os setores. Sua inclusão não deve se limitar a determinados departamentos. Pelo contrário, é essencial contratar mulheres para uma ampla variedade de funções e posições.

Algumas estratégias para alcançar esse objetivo incluem:

  • Estabelecer metas de contratação;
  • Políticas de recrutamento inclusivas que busquem mulheres para todas as vagas;
  • Promover a diversidade e inclusão como valores fundamentais da empresa.


Ações de segurança para mulheres no mercado de trabalho

Garantir a inclusão da mulher no mercado de trabalho é importante. Mas, ainda mais essencial é desenvolver ações de segurança nesses ambientes. A seguir, veremos algumas medidas que podem ser implementadas para proteger as colaboradoras de situações de assédio, discriminação e outros tipos de violência.

Implantação de canal de denúncias

O canal de denúncias é uma das ferramentas mais fundamentais na promoção de um ambiente de trabalho seguro.

Inclusive, a Lei 14.457, conhecida como Lei da Cipa, institui o Programa Emprega + Mulheres, que, entre outras medidas, visa a prevenção e o combate ao assédio sexual e a outras formas de violência no âmbito do trabalho.

Uma das ações mais relevantes previstas pela lei é a implantação de um canal de denúncias nas empresas.

Segurança jurídica 

O compliance também inclui o cumprimento das leis e regulamentos relacionados aos direitos das mulheres no trabalho. Ou seja, a garantia do cumprimento de legislações que protegem o direito à creche, amamentação, licença maternidade e outras medidas destinadas a apoiar as mulheres

Contra assédios moral e sexual

Implementar políticas contra assédio é indispensável para garantir um ambiente de trabalho seguro para as mulheres. É essencial que os colaboradores saibam que nenhum comportamento desse tipo será tolerado. Isso pode ser feito através de treinamentos de diversidade e inclusão que abordem sobre assédio moral e sexual de forma didática e conscientizadora. 







clickCompliance pode ajudar!

Com integrações eficientes e um design profissional, o clickCompliance é um software de compliance que torna o trabalho de conformidade muito mais fácil.

Dessa forma, a implementação de políticas internas voltadas para a inclusão das mulheres no mercado de trabalho também é beneficiada.

Agende uma demonstração e saiba como nossos módulos podem contribuir para tornar sua empresa uma aliada na luta contra a desigualdade!

0

Garantir a diversidade racial nas organizações vai além da contratação, entenda como o compliance pode ajudar.

A desigualdade racial é um desafio que atinge não só o Brasil, mas o mundo inteiro, que também se reflete no ambiente corporativo.

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostram que somente 20% dos cargos de liderança em empresas privadas são ocupados por pessoas não brancas. A informação evidencia como as oportunidades de ascensão profissional ainda são limitadas.

Investir em ações que promovam a diversidade racial nas empresas é essencial para quebrar essas barreiras. Diante dessa necessidade, o compliance se apresenta como uma ferramenta fundamental.

É sobre isso que iremos falar ao longo deste conteúdo. Então, se você quer saber o que é diversidade racial e como os pilares de compliance podem ajudar a promovê-la nas empresas, continue a leitura.

Saiba o que é diversidade racial na empresa

No contexto empresarial, diversidade racial significa a representatividade de diferentes grupos étnico-raciais em todos os níveis hierárquicos e áreas de atuação.

Por isso, diversidade racial não se restringe à contratação de pessoas negras, indígenas e de outras etnias. Na verdade, é necessário aliar diversidade e inclusão para que os profissionais sintam-se pertencentes à organização e valorizados, por meio de reconhecimento e igualdade de oportunidades para o crescimento.

Para entender a dimensão desse assunto…

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), os afrodescendentes enfrentam desafios significativos em todo o mundo, incluindo acesso limitado à educação de qualidade, aos serviços de saúde, à moradia e à segurança.

Pensando em promover reconhecimento, justiça e desenvolvimento dessas comunidades, a ONU instituiu o período de 2015 a 2024 como a Década Internacional de Afrodescendentes.

As empresas precisam, mais que nunca, estar atentas à necessidade de promover a diversidade racial em seus ambientes de trabalho. Afinal, precisamos estar todos juntos no combate ao preconceito e à discriminação racial.

 

Prejuízos da falta de diversidade racial

A falta de diversidade racial dentro das empresas pode acarretar uma série de prejuízos que afetam o desempenho e a reputação da organização. Veja a seguir:

Aumento de rotatividade de funcionários

Sem diversidade racial, os profissionais de grupos minoritários podem se sentir desvalorizados e pouco representados. A situação pode levar à insatisfação e ao aumento da rotatividade de funcionários, que tendem a buscar oportunidades em organizações que valorizem a diversidade e ofereçam um ambiente mais inclusivo.

Falta de engajamento

Além disso, a falta de diversidade racial pode contribuir para a diminuição do engajamento dos funcionários. Se as vozes e perspectivas desses grupos não são sequer consideradas, pode haver desmotivação e falta de comprometimento

Ambiente corporativo tóxico

Ninguém quer estar num local onde o preconceito e a discriminação são tolerados ou, até mesmo, incentivados. Sem diversidade racial, as chances de um ambiente corporativo se tornar tóxico nesse aspecto são maiores. 

Falta de reconhecimento de clientes em potencial

Imagine que você está buscando fechar um contrato com um grande cliente e tudo está indo bem. Até que ele pergunta sobre suas políticas de inclusão e diversidade racial e, então, você se vê em apuros.

A situação é cada vez mais comum, e as empresas precisam estar preparadas para ter uma política eficiente de diversidade racial

Riscos legais

Por fim, podemos falar sobre os riscos legais relacionados à discriminação racial no ambiente de trabalho. Isso pode resultar em processos judiciais, multas e danos à reputação da empresa. Por isso, é essencial ter um programa de gestão de riscos específico para questões étnico-raciais.


Benefícios de ter diversidade racial nas empresas

Há muitos benefícios em promover a diversidade racial nas empresas, mas aqui vamos focar nos três principais. 

  • Capacidade de montar equipes múltiplas e diversificadas que podem ajudar na pluralidade do ambiente. Com essa diversidade, conseguimos sair do velho padrão que se concentra apenas em pessoas brancas e expandir para outras culturas e vivências; 
  • O aumento da produtividade é outro benefício que vem por meio de diferentes pontos de vista e abordagens para a resolução de problemas. A diversidade estimula o pensamento crítico e a tomada de decisões mais criativas; 
  • Outro aspecto importante é a valorização do profissional. Ao garantir a diversidade racial, as empresas demonstram o compromisso com a igualdade de oportunidades e o respeito por todos.

 

 

Dicas para ter diversidade racial na empresa

Se você quer saber como implementar políticas de diversidade racial na empresa, precisa ficar atento a essas quatro dicas: 

Conheça o assunto

Se você está lendo este texto atentamente até aqui, já está cumprindo o primeiro passo. Compreender os desafios e benefícios da diversidade racial é indispensável para quem deseja implementar boas políticas de enfrentamento. 

Apoie funcionários negros

Ser branco não é justificativa para não se envolver em pautas e movimentos raciais. Pelo contrário, é motivo para apoiar funcionários negros e se empenhar para crescer junto com eles. É preciso ser antirracista para combater a desigualdade que existe no mercado de trabalho.

Combata o racismo na empresa

Não se cale ao sofrer racismo ou ao ver um colega ser vítima. Muitas vezes, o silêncio diante das situações funciona como catalisador para que elas continuem acontecendo. Se você for líder, saiba que existem ferramentas de compliance que podem ajudar no combate à discriminação racial

Atenção na contratação de terceiros

Outra dica essencial: tenha atenção na contratação de terceiros! Afinal, se sua empresa está empenhada em combater a discriminação racial, não faz sentido firmar parcerias com organizações que não seguem os mesmos princípios. Para conhecer de forma aprofundada os parceiros em potencial, recorra à prática do due diligence.

A diversidade racial não se instaura apenas de forma interna com os princípios da governança. Para que a mudança seja verdadeiramente eficaz, também é necessário tornar os processos de due diligence mais rigorosos e questionar os terceiros sobre suas políticas antidiscriminatórias.


Como o compliance ajuda a ter diversidade racial nas empresas

O compliance tem um papel importantíssimo no processo de implementação de políticas a favor da diversidade racial. O compliance antidiscriminatório já faz parte de boa parte das empresas e busca fortalecer as políticas de combate à discriminação.

Veja algumas das ferramentas e estratégias do compliance que podem ser aliadas para garantir a diversidade racial:







clickCompliance pode ajudar!

O clickCompliance é um software de compliance que torna o trabalho de conformidade muito mais fácil. Em nosso sistema, você terá acesso à gestão de documentos, treinamentos de compliance, automação de processos, gestão de regulatórios, canal de privacidade, canal de denúncias e um chatbot de compliance, tudo na mesma plataforma.

Com todas nossas soluções, você conseguirá implementar as melhores políticas internas para garantir a diversidade racial na sua empresa.

Agende uma demonstração e saiba como nosso software pode contribuir para tornar sua empresa uma aliada na luta antirracista!

 

0

Ambiente Corporativo, Business, Como fazer, Fique por Dentro

Entenda o que é diversidade de gênero e veja dicas de como implementar medidas para tornar sua empresa mais igualitária.

O mundo corporativo está cada vez mais consciente da importância de garantir a diversidade de gênero nas empresas. Mas, mesmo com consciência, muitas organizações encontram dificuldade de manter um ambiente igualitário e inclusivo.

Afinal, como podemos criar uma cultura que celebre as diferenças e promova a igualdade de oportunidades? E como garantir que todas as vozes sejam ouvidas em nosso ambiente de trabalho?

São essas perguntas que buscamos responder nesse texto. Ao longo do conteúdo, você verá dicas práticas sobre como implementar políticas inclusivas que beneficiam a todos. E também vai compreender como os pilares de compliance podem ser aplicados em prol da diversidade de gênero nas empresas.

Boa leitura!

O que é diversidade de gênero nas empresas

Quando falamos sobre diversidade e inclusão de gênero das empresas, nos referimos a presença equitativa e inclusiva de pessoas de diferentes identidades de gênero em todos os níveis de uma organização.

Essa igualdade vai além da numérica e abrange a construção de um ambiente onde todas as identidades de gênero se sintam valorizadas, respeitadas e capacitadas a contribuir plenamente.

Ou seja, para ser considerada uma empresa que respeita a diversidade, não é o suficiente ter a mesma quantidade de funcionários para cada gênero. É necessário que esses colaboradores sintam-se seguros e tenham perspectivas igualitárias de crescimento e remuneração. 


Importância da diversidade de gênero nas empresas

A importância de implementar ações para garantir a diversidade de gênero nas empresas não pode ser subestimada. Além de ser uma questão de justiça e direitos humanos, a diversidade de gênero traz benefícios tangíveis para as organizações.

Abraçar a diversidade de gênero pode abrir inúmeras portas e trazer mais inovação, criatividade e adaptabilidade para as organizações. Sempre falamos por aqui que a diversidade de ideias e perspectivas também pode levar às melhores soluções dos problemas.

Portanto, conhecer mais sobre o assunto e investir em ações concretas para promover a diversidade de gênero é essencial. Veja alguns dos principais motivos pelos quais a diversidade de gênero é tão importante:

  • Inovação e criatividade;
  • Melhor compreensão do mercado;
  • Atratividade para talentos;
  • Melhor desempenho financeiro;
  • Responsabilidade social e reputação da marca.


 

Quais são as diferenças de gênero nas empresas

Agora vamos conhecer algumas das principais situações que perpetuam a diferença de gênero nas empresas. 

Salários desiguais

Recentemente, o governo federal aprovou a Lei de Igualdade Salarial que estabelece que empresas com mais de cem colaboradores devem fornecer relatórios semestrais para assegurar a transparência nas políticas salariais e critérios de remuneração adotados pela organização.

Mas, infelizmente, muitos estudos ainda indicam que as mulheres continuam recebendo menos que os homens nas mesmas funções. Para resolver essa situação, é necessário implementar medidas como:

  • Revisão regular das políticas de remuneração de acordo com os princípios da governança;
  • Eliminação de viés de gênero nos processos de contratação e promoção;
  • Desenvolvimento de uma cultura de equidade salarial.

Barreiras em progressão de carreira

Mulheres e outras minorias de gênero enfrentam diversos obstáculos para conseguir progredir na carreira. Muitas vezes, isso acontece por conta das estruturas que perpetuam a desigualdade entre homens e mulheres.

Falta de oportunidades, acesso limitado e preconceito são alguns dos fatores que contribuem para essas barreiras. Veja ações que podem ajudar a resolver esse problema:

  • Implementação de programas de mentoria para essas minorias;
  • Estabelecimento de metas de diversidade e inclusão;
  • Criação de políticas que visem a igualdade de oportunidades aos funcionários. 

Jornada dupla

A “jornada dupla” enfrentada por muitas mulheres é uma realidade difícil que impacta profundamente suas vidas profissionais e pessoais. Além das responsabilidades do trabalho, elas são sobrecarregadas com obrigações familiares e domésticas.

Essa dupla carga de trabalho exige um enorme esforço tanto físico quanto emocional e pode resultar no estresse e até no burnout. Existem algumas formas de evitar essa situação:

  • Investimento em melhores programas de licença paternidade remunerada;
  • Horário de trabalho flexível;
  • Auxílio-creche para aquelas que são mães. 

Assédios

O assédio moral, sexual e a discriminação de gênero são formas de violência persistentes nos locais de trabalho, criando ambientes tóxicos para essas minorias. Não é incomum acontecerem comentários inadequados, piadas ofensivas, coerção sexual e até agressão física nesses locais.

O assédio pode assumir muitas formas e ter um impacto devastador na saúde mental, bem-estar e desempenho no trabalho das pessoas afetadas. Para evitar essa situação criminosa por completo, é necessário:



 

5 passos para implantar a diversidade de gênero

Nós separamos cinco passos práticos que sua empresa pode tomar para implementar a diversidade de gênero no ambiente de trabalho. Veja a seguir:

Tenha cultura organizacional inclusiva

Desenvolver uma cultura organizacional inclusiva é o primeiro passo para garantir a diversidade de gênero. Um ambiente diverso é aquele que escuta, valoriza e respeita todas as vozes. Isso pode ser feito através de políticas de não discriminação e programas de mentoria, por exemplo. 

Faça treinamento e sensibilização

Oferecer treinamento de compliance para diversidade e inclusão é uma ação indispensável para qualquer organização que deseje estar em dia com as questões de gênero. Afinal, como os funcionários podem promover um ambiente igualitário sem conhecimento?

Os treinamentos regulares ajudam a aumentar a conscientização e a promover uma cultura de respeito e aceitação. Mas, lembre-se de incluir também os líderes de equipe nesses momentos. 

Estimule a representatividade

Como falamos anteriormente, ter a mesma quantidade de homens e mulheres em uma empresa não garante a diversidade de gênero. Para isso, é necessário estimular a representatividade.

Todos os grupos de identidade de gênero devem estar representados em todos os níveis da organização, desde cargos de liderança até equipes de base.

Implante um plano inclusivo de cargos e salários

Infelizmente, sabemos que a desigualdade salarial é uma triste realidade no Brasil. Mas, para conseguir ir contra essa maré, é necessário implementar planos de cargos e salários inclusivos e igualitários.

Sugerimos que você revise regularmente as políticas de remuneração e promoção para garantir que sejam justas e transparentes, eliminando disparidades de gênero.

Forme redes de apoio

Ter grupos que podem se tornar redes de apoio é indispensável. É aí que entram os profissionais de compliance. Nesse processo, eles podem auxiliar na formação e suporte desses grupos, garantindo que as políticas e práticas adotadas estejam alinhadas com os princípios de diversidade e inclusão.

Essas equipes podem ser uma fonte valiosa de suporte, orientação e empoderamento para os funcionários. 






clickCompliance pode ajudar!

Com integrações eficientes e um design profissional, o clickCompliance é um software de compliance que torna o trabalho de conformidade muito mais fácil.

Em nosso sistema, você terá acesso a gestão de documentos, treinamentos de compliance, automação de processos, gestão de regulatórios, canal de privacidade, canal de denúncias e um chatbot de compliance, tudo na mesma plataforma.

Com todas nossas soluções, você conseguirá implementar as melhores políticas internas para garantir a igualdade de gêneros na sua empresa.

Agende uma demonstração e saiba como nosso software pode contribuir para tornar sua empresa uma aliada na luta contra a desigualdade entre homens e mulheres no mercado de trabalho!

0