Legislação

Como Compliance auxilia em casos de assédio dentro das empresas

[Total: 0    Média: 0/5]

Pesquisa com mais de 4 mil pessoas aponta que 87% das vítimas de assédio não fazem denúncia

O tema do assédio no trabalho voltou às pautas após uma celebridade proeminente no Brasil ser acusada e confessar o ato. Se por um lado a denúncia do crime ainda é tabu, por outro, grande parte das corporações não sabem de que modo proceder ao se ver de frente com casos semelhantes.

Em pesquisa recente, realizada pelo Vagas.com, mais da metade dos entrevistados afirmou já ter sofrido assédio, seja moral ou sexual. O número se torna ainda mais preocupante quando se percebe que quase 90% não relatou o crime. Essa postura é decorrente do medo de represálias ou de demissão e do sentimento de culpa da vítima. Ainda que as empresas preguem um ambiente livre de constrangimento, é necessário um constante treinamento para que as informações não se percam e que não paire a sensação de impunidade.

Esse tipo de ação deve fazer parte de um programa de Compliance. O termo, muitas vezes, leva ao imaginário de situações de combate à corrupção, mas é muito mais que isso. A conformidade ou Compliance deve conter regras e boas práticas  no ambiente organizacional, orientando seus colaboradores sobre como proceder, desde a denúncia até o estabelecimento das punições. Entenda melhor em: “Assédio no Trabalho é recorrente”