Business, Business, Business, Como fazer, Como fazer, Como fazer, Como fazer, Como fazer, Como fazer, Como fazer, Como fazer, Como fazer, Como fazer, Como fazer, Como fazer, Como fazer, Como fazer

Especialização em compliance: como obter?

Click to rate this post!
[Total: 1 Average: 5]
Saiba tudo o que é preciso para ter uma especialização em compliance, desde o que estudar, onde fazer e as vantagens para vida profissional.


Você já se perguntou o que é compliance e como ser um especialista nesta área?

O termo compliance significa estar de acordo com leis, normas, regulamentos e boas práticas do mercado.

Nas organizações, trata-se do setor responsável pela elaboração de um programa específico, com regras e procedimentos internos, que garantam a conformidade.

Dessa forma, o compliance tem o propósito de garantir que as empresas atuem de forma ética, responsável, transparente e sustentável.

Para isso, trabalha na prevenção e no gerenciamento de riscos a fim de evitar fraudes corporativas e outras irregularidades que possam prejudicar a sua reputação, integridade e competitividade.

Mas como se tornar um profissional de compliance e se destacar na área? Quais são os conhecimentos, as habilidades e as competências necessárias para exercer a função? Onde fazer uma especialização em compliance e como escolher a melhor opção?

Se você tem interesse em saber as respostas para estas e outras perguntas, este texto é para você! Não perca tempo e continue a leitura!

 

O que abrange a especialização em compliance?

A especialização em compliance abrange as áreas que necessitam adequação aos padrões éticos, legais e sociais. Algumas delas são:

ESG

ESG é a sigla em inglês para Environmental, Social and Governance, que se refere às práticas ambientais, sociais e de governança das empresas. É um critério cada vez mais utilizado para avaliar o desempenho e o impacto das organizações na sociedade e no meio ambiente. 

Gestão de riscos

É um processo que busca identificar, analisar, avaliar, tratar e monitorar os riscos que podem afetar os objetivos e as atividades das empresas. A partir disso, com a intenção de mitigá-los, são definidos:

 

TI

A tecnologia da informação (TI) é fundamental para o compliance, pois auxilia na automação, na integração, na segurança e na transparência das operações. A conformidade do setor contribui diretamente para o sucesso do compliance digital e de outras áreas.

LGPD

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) regula o tratamento dos dados pessoais de cidadãos pelos agentes públicos e privados. Dessa forma, estabelece os direitos, os deveres, as responsabilidades e as sanções relacionadas à coleta, ao armazenamento, ao uso e ao compartilhamento das informações.

Direito

O Direito integra o curso de especialização em compliance porque é a área que se dedica ao estudo e à aplicação das normas jurídicas que regulam as relações sociais. O especialista em compliance precisa conhecer e aplicar as leis e regulamentações que se relacionam com a atividade da organização, bem como as boas práticas do mercado para o setor de atuação.

Fiscal e tributário

A área envolve impostos, taxas, contribuições e demais exigências relacionadas ao benefício fiscal e tributário. O compliance, nesse caso, visa garantir que as empresas:

  • Paguem os tributos devidos;
  • Declarem as informações corretas;
  • Mantenham os documentos em ordem. 

Trabalhista

O compliance vai agir para estabelecer a conformidade em relação à legislação trabalhista, assegurando o cumprimento de direitos e deveres de empregadores e empregados.

Criminal

O objetivo mais popular do compliance é o combate à corrupção, mas este não é o único crime que pode ocorrer dentro de uma organização. Por isso, é importante que o conhecimento criminal esteja presente na especialização. O compliance na área tem o propósito de impedir o envolvimento em atividades ilícitas.

Governança corporativa

A governança corporativa refere-se ao conjunto de princípios, regras e práticas que orientam a gestão e o controle das empresas. É um dos mais importantes pilares do negócio, pois promove diversos princípios essenciais do compliance, como:

 

  • Ética;
  • Responsabilidade;
  • Eficiência;
  • Transparência;
  • Sustentabilidade das organizações.

 

Imagem: Freepik

 

Quem pode fazer uma especialização em compliance?

Agora que você conhece as áreas de estudo de uma especialização em compliance, pode estar se perguntando se está apto para começar. 

 

A especialização é indicada para profissionais que já atuam ou que desejam atuar na área de compliance e integridade, como:

 

  • Advogados;
  • Administradores;
  • Contadores;
  • Auditores;
  • Economistas;
  • Engenheiros.

 

Além disso, profissionais que trabalham em áreas correlatas também podem aplicar as normas e as boas práticas de compliance nas suas atividades. Entre as áreas, podemos destacar: 

 

  • Gestão;
  • Finanças;
  • Recursos Humanos;
  • Marketing;
  • Vendas.

 

Caso sua profissão não se relaciona com nenhuma dessas áreas, pode ficar tranquilo. Na verdade, para fazer uma especialização em compliance, é necessário ter uma graduação em qualquer área do conhecimento, reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). 

 

O que mais importa é ter interesse, disposição e comprometimento para estudar e se atualizar sobre os temas relacionados ao compliance.



Onde fazer uma especialização em compliance?

Diversas instituições de ensino no Brasil oferecem cursos de especialização em compliance. A escolha depende de diversos fatores, por isso, recomendamos uma pesquisa aprofundada e a comparação das opções disponíveis. 

 

Veja algumas formas de realizar a especialização em compliance:

EAD

Com a pandemia da Covid-19, muitas pessoas conheceram o método de ensino à distância (EAD) e perceberam seus benefícios. 

 

Seja pela flexibilidade ou autonomia, o EAD é uma das modalidades mais procuradas atualmente, e isso não é diferente quando falamos nos estudos sobre compliance. 

 

Algumas instituições oferecem cursos de especialização em compliance na modalidade EAD, como:  

 

  • PUC Minas;
  • Cruzeiro do Sul Virtual;
  • PUC-SP;
  • PUC-PR;
  • Senac EAD.

 

O valor dos cursos varia de acordo com a instituição, a duração e a carga horária. Por isso, é importante verificar as informações antes de se matricular.

Cursos internacionais

Outra possibilidade para fazer uma especialização em compliance é buscar cursos em instituições fora do Brasil. 

 

Eles podem oferecer uma visão ampla e diversificada sobre a área, além de possibilitar o contato com outras culturas. No entanto, a opção envolve alguns desafios, como custo, documentação e validação do diploma. 

 

Entre as instituições que oferecem cursos de especialização em compliance no exterior estão:

 

  • Georgetown University (Estados Unidos)
  • University of Manchester (Inglaterra)
  • Centro Universitário Internacional – UNINTER (diferentes países).

 

O valor dos cursos também varia conforme a instituição e a moeda do país.

 

Imagem: Freepik

 

Vantagens de ser um especialista em compliance

úvida se vale a pena investir na carreira. Por isso, elencamos algumas vantagens dessa especialização, veja:

Setores em constante crescimentos

O compliance é uma área que está em constante crescimento, pois acompanha as mudanças e as exigências do mercado, da sociedade e da legislação. Por isso, há uma demanda crescente por profissionais qualificados e atualizados.

Desempenha papel importante na empresa

O especialista em compliance desempenha um papel importante nas organizações, pois é responsável por garantir que as atividades e as operações estejam em conformidade com as normas e as boas práticas do mercado.

Aprendizado contínuo

A área de compliance é dinâmica e complexa, o que exige conhecimentos multidisciplinares e habilidades diversas. Isso proporciona aprendizado contínuo e desenvolvimento para o profissional.

Atua em vários setores

A especialização permite atuar em vários setores da empresa. Além do próprio compliance, os demais setores também valorizam o conhecimento na área.

Bons salários e benefícios

Segundo a pesquisa salarial da Catho, a média salarial nacional de um especialista em compliance é de R$4.251,21. No entanto, o valor pode aumentar de acordo com aspectos como a formação e a experiência do profissional, o segmento, o porte e a localização da empresa.






Conheça o clickCompliance!

Com integrações eficientes e um design profissional, o clickCompliance torna o trabalho do especialista em compliance mais simples e eficaz, auxiliando a colocar todo o conhecimento adquirido em prática.


Agende uma demonstração e saiba como nosso software pode ajudar a fortalecer a integridade de sua organização!

Author


Avatar

Helen Lugarinho

Apaixonada por tudo o que envolve comunicação, compliance, cultura e pessoas! Novas histórias e desafios me movem.